11.7 C
Alcanede
Quinta-feira ,22 Fevereiro, 2024
AlcanedeAmbienteRegião

Caminhada ao Pôr do Sol na lagoa Cova dos Coelhos

Se ainda não sabe muito bem o que fazer este sábado, 29 de Agosto de 2020, deixamos uma sugestão que lhe poderá interessar, principalmente se for amante da natureza e de caminhadas. A iniciativa “Caminhada ao Pôr do Sol na lagoa Cova dos Coelhos” tem o seu início marcado para as 18 horas, com saída junto à Lagoa de Vale da Trave.

Segundo a organizadora do evento, Helena Caetano, o percurso vai alternar entre “zonas florestadas com pinhal bravo ou eucaliptal e extensas zonas de matos”, sendo que na sua parte final “atravessa campos agrícolas com olival. As vistas para a Serra e as delicadas esculturas que formam os lapiás são motivos diversificados que valorizam o trilho com atrativos inesperados”.

O texto que acompanha o convite à participação na iniciativa, refere que “a vegetação é diversificada, especialmente ao nível dos matos e assim é fácil encontrar alecrim, roselha, tojo, aroeira, trovisco, carrasco…”, juntam-se os “medronheiros e uma ou outra azinheira que se erguem por vezes acima desta diversidade de espécies ou crescem pelo meio dos pinhais”, citámos.

Garantida está também a observação de diversas espécies animais, “das aves de rapina destacam-se as águias-de-asa-redonda, os peneireiros-de-dorso-malhado ou a águia-cobreira. A perdiz-vermelha é frequente, especialmente nas zonas cultivadas. Dos passeriformes existe uma grande diversidade de espécies desde o corvo até à carriça, não esquecendo o cartaxo ou as toutinegras”.

A Caminhada ao Pôr do Sol na lagoa Cova dos Coelhos vai mostrar um “Oásis no meio da serra, recentemente inaugurado, que tem como objetivo o apoio à fauna, o fornecimento de água no combate aos incêndios e apoio à pastorícia”, refere Helena Caetano.

No regresso ao Vale da Trave, os participantes vão também passar “junto à Gruta do Pena e visitaremos o Lagar da Aderneira, dentro de um pequeno chouso, a boca gradeada, testemunha a importância que esta cavidade teve no início do século, aquando do estudo da captação do Alviela, desenvolvido pelo hidrogeólogo suíço Ernest Fleury”, indica a organizadora, que cresceu na aldeia e que irá contar a história local da Terra das Ervanárias.

O percurso é circular com cerca de 10km e apesar da participação ser gratuita carece de inscrição através deste link: https://forms.gle/YJeoh32zoApSrztU9

Participação máxima de 19 pessoas.

Artigos Relacionados

Aldeia de Além – Associação Cultural e Recreativa promove almoço de angariação de fundos em regime de domicílio e take away

Portal Alcanede

Covid-19: Concelho de Santarém regista mais 28 novos casos positivos nas últimas 24 horas

Portal Alcanede

11 Segundos separaram Alexandre Montez da vitória na Taça da Europa de triatlo na Polónia

Portal Alcanede