14.2 C
Alcanede
Domingo ,19 Maio, 2024
ColetividadesDesporto

Inaugurada sede da Associação Desportiva de Alcanede

Decorreu no dia 6 de abril de 2024, em Alcanede, a inauguração da sede da Associação Desportiva de Alcanede (ADA), situada na Rua Dr. Torres Paulo (antigo coreto da vila). O evento contou com a presença de representantes do Município de Santarém e da Junta de Freguesia de Alcanede, além de dezenas de cidadãos que quiseram testemunhar esta nova etapa da reativada coletividade. Durante a cerimónia foram também conhecidos pormenores do novo campo de futebol de Alcanede e realizada uma visita ao local da futura obra.

Pedro Rodrigues – Presidente da Associação Desportiva de Alcanede

Esta inauguração tem um significado especial porque não estamos a começar algo de novo, mas sim a dar continuidade a um passado que já existiu”, começou por dizer Pedro Rodrigues. O presidente da ADA fez questão de enaltecer a presença no evento de “antigos jogadores da associação de outros tempos e que, certamente, têm muitas memórias para partilhar. Queremos valorizar e eternizar experiências passadas”, disse.

Para a concretização do renascimento da Associação Desportiva de Alcanede, Pedro Rodrigues destacou o contributo de Manuel Joaquim Vieira, “aconteceu há dois anos atrás um passo muito importante e que passou pela energia e determinação do nosso Presidente da Junta de Freguesia com a Associação Académica de Santarém ao lançar o projeto da Escola de Futebol de Alcanede. Creio que foi o principal motivo para que hoje possamos estar aqui nesta fase”, salientou o presidente da ADA.

Perante uma plateia repleta de jovens atletas, Pedro Rodrigues agradeceu o acolhimento “que a Associação Académica de Santarém (AAS) deu à Escola de Futebol de Alcanede”, lembrando que atualmente “já estamos a falar de 52 crianças que treinam na AAS”, salientou.

O dirigente associativo considerou ainda que “estamos num ponto de viragem para dar continuidade a todo o projeto”, reconhecendo que os meios disponíveis “não são ilimitados e que é preciso responsabilidade na utilização desses recursos. Alcanede precisa, a par de outras localidades, de pelo menos serem criadas as mesmas oportunidades”, afirmando que uma infraestrutura em Alcanede, numa alusão ao novo campo de futebol, “é um ponto de viragem para que esta realidade possa ser mais desenvolvida, mais motivadora, que leve as crianças a treinarem na sua terra”, disse.

No seu discurso, Pedro Rodrigues destacou também a ligação e apoio da Académica de Santarém “é vital, porque é um grande foco na formação e com eles temos muito a aprender e para colocar em prática na ADA”, salientando que “as convergências de várias vontades podem fazer com que este caminho seja mais fácil e mais rápido”, concluiu.

Manuel Joaquim Vieira – Presidente da Junta de Freguesia de Alcanede

Emocionado e simultaneamente orgulhoso pela reativação da Associação Desportiva de Alcanede, o Presidente da Junta de Freguesia começou por dizer que “hoje é um grande dia para todos. Joguei futebol vários anos, fui um dos elementos da fundação da associação e o reativar da ADA nem tenho palavras para o descrever”, salientando que “é a melhor coisa que se pode fazer à juventude da nossa freguesia”, disse.

Para garantir um projeto coeso, Manuel Joaquim Vieira considerou ser necessário “criar condições e temos tentado, ao máximo, criar essas condições, por isso estamos aqui na inauguração deste espaço, que como sabem era o antigo coreto que não estava a ser utilizado e fizemos algumas obras para tornar este espaço digno. O objetivo é ir passo a passo”, frisou.

Em relação ao campo de futebol, o autarca lembrou que os terrenos já foram adquiridos e que nesta altura “estamos a tratar do projeto para ver se conseguimos, a curto prazo, avançar com a obra. Sabemos que não vai ser fácil, vai envolver muito dinheiro, mas o futuro faz-se caminhando e queríamos ver se, pelo menos, durante este ano conseguimos ali criar condições mínimas para se praticar futebol”, referiu Manuel Joaquim Vieira.

A obra tem o apoio da Câmara Municipal, “nomeadamente na ajuda financeira para a aquisição dos terrenos”, mas os apoios não ficam por aí, “quero também agradecer a todos os que têm colaborado, é o caso do Grupo José Rodrigues que ofereceu o terreno que tem dois hectares e onde parte do campo vai ser construído”, agradecendo também “a quem cedeu a outra parte que, embora adquirida, se não existisse essa cedência não conseguíamos ter espaço suficiente para o que é necessário”. No total o terreno para a construção da futura zona desportiva, em Vale da Moura, Oleiros, tem cerca de 4 hectares.

O próximo passo passa por “fazer a curto prazo o desaterro, faltam apenas alguns pareceres, e aqui quero agradecer às empresas que já se disponibilizaram para isso e com esse contributo será mais fácil chegarmos à meta a que nos propomos”, disse o Presidente da Junta de Freguesia de Alcanede.

No final da sua intervenção, Manuel Joaquim Vieira lançou um desafio à direção da ADA, “penso que se poderia tentar ir um pouco mais longe, inclusivamente temos ali perto o Pavilhão Desportivo, e tentar criar mais uma modalidade ou duas, por exemplo futsal, inclusivamente vamos ter em breve o Torneio de Futsal da Freguesia e seria uma oportunidade para se tentar trabalhar nesse sentido”, desafiou.

Ricardo Gonçalves – Presidente da Câmara Municipal de Santarém

O Município de Santarém fez-se representar pelo Presidente e pelo Vice-presidente, João Teixeira Leite. Para Ricardo Gonçalves, “é importante, e sempre o dissemos, que Alcanede como maior freguesia rural do nosso concelho deveria, do ponto de vista do desporto, ter uma outra amplitude”, destacando que “queremos ser um concelho mais ativo e que quanto mais clubes tivermos e mais jovens, e menos jovens também, a praticar desporto, melhor”, dando os parabéns à direção da ADA pela dinamização da associação.

O edil lembrou que recentemente o Município de Santarém apresentou ao Conselho Municipal de Desporto uma série de projetos desportivos, “e um dos projetos que apresentámos foi este do campo de futebol de Alcanede, que achamos de fundamental importância, porque tal como disse o Pedro Rodrigues, o protocolo com a AAS foi fundamental. Existem 52 crianças já a praticar desporto em Alcanede, mas existem muitas mais”, indicando que os atuais dados “que nós temos no norte do concelho, e também em Santarém, é de que temos muitas crianças a praticar desporto, mas queremos ainda mais”, disse.

Para o autarca, “infelizmente não basta estalar os dedos e conseguem-se concretizar as infraestruturas! Temos de fazer obra, temos de fazer uma série de outros projetos”, e no que respeita à construção do campo de futebol de Alcanede, “se nós esperarmos por este projeto e o lançarmos todo em conjunto poderá levar muitos meses a lançar este projeto”. Ricardo Gonçalves é da opinião que “se calhar, temos de avançar por fases e a primeira será o aterro, a colocação do relvado sintético, e a iluminação. Depois, uma segunda fase, com os trabalhos relativos a toda a envolvente, os balneários e as bancadas”, explicou. “Se nós quisermos fazer tudo de uma vez irá demorar muito mais tempo e o que todos querem é começar a treinar e a jogar o mais rápido possível em Alcanede e é nesse sentido que estamos a trabalhar”, referiu o Presidente do Município de Santarém.

Equipa diretiva da Associação Desportiva de Alcanede

Pedro Alexandre Lopes Rodrigues
Michael Agostinho Santos
Carmen Maria Rodrigues Pereira
Pedro Nuno Marques Mena
Miguel António Batista Ribeiro
Miguel Filipe Carmo Antunes
Carlos Manuel de Jesus Dias Frazão
David Alexandre Susano Bento
Sónia Isabel Rei Parreira Lopes
Jaime Miguel Conceição Silva
Catarina Alexandra do Carmo Vicente Frazão
António Dias D’Oliveira
Nelson Fernando Caetano Durão
Carmen Teresa Aires Antunes
Gilberto Manuel Augusto Leandro
Diogo Filipe Oliveira Antunes

Ver fotogaleria

Artigos Relacionados

Associação Cultural e Recreativa de Viegas

Paulo Coelho

Aldeia da Ribeira recebe Festival das Sopas e Prova de Vinhos

Portal Alcanede

Associação Cultural e Recreativa de Alqueidão do Rei

Paulo Coelho