10.3 C
Alcanede
Quinta-feira ,2 Dezembro, 2021
Sociedade

Grupo Motard Doidos por Elas assinalou 10º Aniversário em ambiente de festa

O convívio foi a nota dominante do encontro motard que assinalou o 10º Aniversário do Grupo “Doidos por Elas”, que reúne amigos de Pé da Pedreira, Barreirinhas, Murteira e Valverde, além de outras localidades, e que têm em comum a paixão pelas duas rodas. A iniciativa decorreu entre os dias 14 e 16 de março de 2014, no Centro Cultural e Recreativo de Pé da Pedreira e contou com 110 inscrições, mais 19 do que em 2013.

Tal como em edições anteriores, o fim de semana foi preenchido com uma Feira Motard, um passeio pelas localidades vizinhas, muita música, strip feminino e boa gastronomia, onde a camaradagem e o espirito característico dos motards foi uma constante.

Para Alfredo Batista, o balanço é extremamente positivo, “tendo em conta as várias concentrações em que também marcamos presença e onde o número de participantes tem vindo sempre a decrescer”, ao contrário do que sucedeu com esta festa, “a nossa, graças a Deus cresceu”, o que também se deve, segundo o Tesoureiro do Grupo Motard, “ao nosso espirito de sacrifício e de amizade para com os nossos amigos de todo o lado do país e estrangeiro que fazem questão de nos visitar”, disse.^

Como sempre, e há semelhança do ano passado, José Batista (Presidente do “Doidos por Elas”), apesar de estar fora do país, por motivos profissionais, voltou a manter contacto direto com todos os presentes, “no sábado, via skype, foi possível falar com ele e todos lhe mandaram cumprimentos. Apesar da distância, o Zé esteve aqui presente”, referiu emocionado Alfredo Batista.

A solidariedade para com os Bombeiros Voluntários de Alcanede, uma vez mais, também não foi esquecida, tendo o Grupo Motard atribuído 200€ à instituição como forma de agradecimento pelo seu trabalho em prol da comunidade, “é uma instituição que trabalha todos os dias do ano e que merece o nosso total apoio”, afirmou o dirigente, lembrando que o donativo tem sido feito “de há dez anos a esta parte”. Inicialmente revertia para os bombeiros um euro por cada inscrito, mas como o número de inscrições “já não é como antigamente, onde era fácil chegarmos aos 180 ou 190 inscritos, decidimos entre todos fixar a verba nos 200€”.

No último dia da concentração, no domingo, o almoço e a cerimónia de entrega de lembranças contou, entre outros, com as presenças de Cristina Neves, Presidente da Junta de Freguesia de Alcanede e de Filipe Vitorino, Tesoureiro da autarquia local, sendo notada pelo Grupo Motard a ausência de um representante da Câmara Municipal de Santarém, “lamento que o Dr. Ricardo Gonçalves não tenha estado presente, nem se tenha feito representar por nenhum vereador ou responsável dos diversos gabinetes de apoio à presidência”, desabafou Alfredo Batista, afirmando ainda que o convite foi feito “diretamente ao Sr. Presidente” com conhecimento dos restantes gabinetes da CMS.

Ver Fotos
 

Artigos Relacionados

Abate de árvores na EN362 – A opinião de Adelino Madeira

Portal Alcanede

Depósito do lixo doméstico e falta de manutenção do arruamento indigna moradores da rua do Vale do Carro de Cima

Carlos Coelho

Acidente de trabalho provoca dois feridos em estado grave

Paulo Coelho