13 C
Alcanede
Terça-feira ,7 Dezembro, 2021
Artigos de Opinião

Facebook

Esta semana dei de caras com uma reportagem muito interessante sobre o farmville, uma entre centenas de aplicações da rede social facebook, e que desejo partilhar.
O jornal conta várias histórias sendo que a mais eloquente é a do Mário. Um homem de 47 anos que por sistema se levanta de madrugada para apanhar morangos, tirar o leite à vaca e tratar dos seus cavalos virtuais.

O “amigo” Mário pelo que consta é encarregado de lubrificação numa fábrica de cimentos, e passou a ir mais cedo para o trabalho com a preocupação de sair a horas, para que as suas plantações no farmville não murchem.

Pelo que entendi da reportagem. O Mário farta-se de plantar flores, legumes, e árvores de fruto que em colheitas bem sucedidas lhe permitem dinheiro suficiente para acrescentar à quinta, estábulos, casas, piscinas e por ai fora. Enfim, uma vida atribulada, trabalhosa, mas com a certeza de que pelo menos as intempéries não lhe dão cabo da horta. Apercebi-me por acaso que no facebook, não há granizo, ventos ciclónicos, e temperaturas extremas para lhe darem cabo dos tomates e dos morangos.

Depois de ter lido esta história que no fundo traduz a fantasia virtual e afasta as relações interpessoais, fiquei decidido a formular um convite ao Mário para que venha amanhar uma horta com uns bons 4 mil metros quadrados aqui para os lados de Alcanede.

Na realidade, já imaginaram o que era esta força produtiva de milhares de pessoas em Portugal a trabalhar afincadamente em terrenos abandonados, provavelmente teríamos uma outra noção do ordenamento florestal, e pouparíamos imenso trabalho, por exemplo, aos bombeiros que permanentemente consomem as sua energias em incêndios dantescos, até com perigo das suas vidas, uma coisa horrorosa.

Em tantas outras ocasiões senti-me um homem insensível mas o Mário fez de mim uma pessoa melhor, mais aberto à vida dos patos, cabras, vacas, porcos, pequenos e grandes bezerros que proliferam nas redes sociais em particular na rede social do FACEBOOK.

De hoje em diante prometo, que mais nenhum animal vai morrer à sede no meu farmville, perante vós asseguro que os morangos da minha quinta serão mais viçosos e todas as árvores de fruto serão frondosas. Asseguro-vos, que os matos não vão crescer desmesuradamente.

Hoje redescobri a minha sensibilidade, resta-me apenas aguardar pelos comentários familiares quando esta madrugada me levantar a tempo de salvar, uma pequena manada que involuntariamente tinha abandonado à sua sorte e que por se perder nos campos do farmville, foram parar a um deserto, longínquo da minha quintinha… vou salvá-los, nem que para isso tenha que ficar falido. Onde é que já se viu? Há animais a morrerem nas redes sociais desnorteados, perdidos… agora que o Mário me abriu os olhos vou olhar por eles com outro carinho.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 498 vezes

Artigos Relacionados

Limpar Portugal

Portal Alcanede

Conto Popular: A História do Coelho Derrabadinho

Portal Alcanede

Ouvir, escutando, para melhor conhecer e decidir. A opinião de Idália Serrão

Portal Alcanede