26.7 C
Alcanede
Quinta-feira ,25 Julho, 2024
Sociedade

3 operacionais dos Bombeiros de Alcanede ajudam a combater incêndios no Canadá

Três elementos dos Bombeiros Voluntários de Alcanede (BVA), David Bento, Laurémio Bacalhau e Paulo Filipe, foram destacados para integrar a Força Operacional Conjunta (FOCON), que partiu esta quarta-feira, 14 de junho de 2023, para o Canadá, com o objetivo de ajudarem a combater os incêndios florestais que assolam aquele país.

David Bento, 43 anos, Laurémio Bacalhau, 40 anos, e Paulo Filipe, 49 anos, pertencem aos quadros da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) na Força Especial de Proteção Civil (FEPC), sendo que ambos têm em comum o facto de estarem, também, ao serviço dos BVA há mais de duas décadas.

Segundo a ANEPC, a força integra elementos da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, da Força Especial de Proteção Civil (FEPC), da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) da GNR, do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), de bombeiros das corporações da Região Centro e da Região Autónoma da Madeira, e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), num efetivo total de 140 operacionais.

Esta força portuguesa foi enviada para o Canadá ao abrigo do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia (UE), juntamente com o contingente de Espanha, composto por 97 operacionais.

Antes da partida, houve direito a uma cerimónia, onde, entre outros, esteve o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, que recordou as recentes missões das forças portuguesas na Turquia e no Chile e referiu-se ao Canadá como um país unido a Portugal por laços históricos, sociais e culturais onde vive mais de meio milhão de portugueses e lusodescendentes.

O ministro caracterizou este envio como uma missão de solidariedade, salientando que os bombeiros portugueses irão encontrar um cenário, provavelmente, nunca visto.

O Canadá é uma realidade bastante distinta das realidades que já puderam conhecer, nunca viram nada assim. É muito importante que a vossa integração nas forças que combatem os incêndios no Canadá se desenvolvam com serenidade, tranquilidade e segurança. E a primeira segurança é a vossa segurança“, salientou.

O Canadá está a ser afetado por uma vaga de grandes incêndios florestais, sendo que os 140 operacionais portugueses vão intervir na província do Québec.



Artigos Relacionados

Câmara de Santarém apoia obras de beneficiação da associação de Alqueidão do Rei

Portal Alcanede

Bombeiros Voluntários apelam à juventude para se alistar à corporação de Alcanede

Paulo Coelho

Xartinho em festa de 13 a 16 de junho de 2013

Paulo Coelho