13 C
Alcanede
Terça-feira ,7 Dezembro, 2021
Sociedade

Espetáculo de Quim Roscas e Zeca Estacionâncio abre festa em Pé da Pedreira

O humor vai assinalar, de forma forte, o arranque da festa de 2013 em Pé da Pedreira. “Quim Roscas e Zeca Estacionâncio”, na vida real João Paulo Rodrigues e Pedro Alves, vão protagonizar os momentos iniciais da festa em honra de Santa Susana, que começa esta sexta-feira, dia 9, e que se prolongará até 12 de agosto.

Os humoristas são os cabeças de cartaz para o primeiro dia do evento, estando o espetáculo marcado para as 23h30, no Centro Cultural e Recreativo de Pé da Pedreira. Do mesmo serão musical, constam também as presenças da Banda Krizz e do Dj Taminta.

No sábado, o peditório será acompanhado pela Banda Filarmónica do Xartinho, estando a tarde reservada para a quermesse e atuações da referida filarmónica e do Rancho Folclórico de Cabeça Veada. Depois do jantar, o baile estará a cargo de Rui Saraiva e o After Hours, com os Dj’s Eurico Lisboa e MC Fubu.

Tradicionalmente concorrido é, por norma, o dia de domingo. Nesse sentido, a organização (Comissão de Festas de Santa Susana) preparou para dia 11 de agosto, a tradicional recolha da Juíza e Empregadas (14h15), missa em honra de Santa Susana, Procissão e Bênção do gado (a partir das 15 horas) e concerto com a Banda do Xartinho, pelas 18h40. A noite será preenchida com LF Music e os Dj’s Rookers.

O último dia da festa em honra de Santa Susana, dia 12 de agosto, vai incluir um jogo de futsal, entre solteiros e casados, no Pavilhão do Centro Cultural e Recreativo de Pé da Pedreira (às 10h30), uma missa da parte da tarde, quermesse, jogos tradicionais, uma sardinhada, baile com Paulo Holandês (22 horas) e atuação do Grupo Banza (23 horas).

Nota: Mais informações poderão ser obtidas no facebook e nas Rádios: Cister, Hiper FM e Pernes.

Artigos Relacionados

“O Tempo dos Franceses” – Participe e faça história

Paulo Coelho

Expo Alcanede termina este Domingo com dia repleto de atividades

Paulo Coelho

Família de defunto revoltada em Vale da Trave

Paulo Coelho