20 C
Alcanede
Quarta-feira ,24 Abril, 2024
Sociedade

Directora da segurança social de Santarém acusada de atitudes pouco democráticas

Foto: O Mirante

O Centro Distrital de Segurança Social (CDSS) de Santarém não dá explicações a ninguém sobre o encerramento de balcões que tem vindo a efectuar um pouco por toda a região. Nem sequer os autarcas e deputados conseguem esclarecimentos sobre as motivações desse organismo liderado por Anabela Rato.

Segundo o jornal O Mirante, por falta de informações, o deputado do PSD eleito pelo distrito de Santarém, Vasco Cunha, lamenta que o CDSS não seja capaz de informar os autarcas sobre o que anda a fazer. Situação que levou o político a apresentar um requerimento urgente na Assembleia da República.

Nesse requerimento, Vasco Cunha pergunta mesmo se faz sentido “do ponto de vista político que a senhora responsável pelo centro distrital se mantenha queda e muda sobre as matérias que politicamente lhe incumbem”.

Em declarações a O MIRANTE, o deputado e presidente da distrital do PSD, diz que a atitude de Anabela Rato “é muito pouco transparente” e no mínimo “muito pouco democrática”. Para o parlamentar, atendendo à situação em que o país se encontra, com empresas em dificuldade e desemprego, “estes encerramentos não são a favor dos cidadãos nem das empresas”.

A Junta de Freguesia de Pernes (Santarém) até já emitiu um comunicado no qual diz que a “Segurança Social foge ao diálogo”, realçando que já pediu por duas vezes uma reunião com a directora e não obteve qualquer resposta. A presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, Ana Cristina Ribeiro (BE), já se queixou do mesmo em relação ao fecho do balcão de Marinhais.

Nota: No antigo site do Portal esta página foi lida 687 vezes

Artigos Relacionados

“Ti Ferreira” deixou-nos aos 79 anos

Carlos Coelho

“Povo de Deus – A Nossa Gente é Assim” Entrevista a Carla Vitorino

Portal Alcanede

Grupo de Motos de Alcanede angariou 3.664,05€ para o Salvador Serrazina

Portal Alcanede