8.9 C
Alcanede
Segunda-feira ,12 Abril, 2021
Sociedade

Vamos todos ajudar o Sr. Joaquim Louro

O empresário Joaquim José Louro, a lutar há cerca de dois anos com uma doença do foro oncológico, necessita de um dador compatível para transplante de medula óssea. A mobilização já está em marcha, estando agendadas várias ações de recolha de sangue e amostras de medula óssea para registo na base de dados nacional.

Refira-se que a iniciativa, além de ser direcionada para o conhecido empresário, visa também contribuir para ajudar mais pessoas que precisam de um transplante desta natureza, “só quando o Sr. Louro e a sua esposa (Dona Isabel) tiveram a garantia absoluta de que a campanha serviria para ajudar mais pessoas, aceitaram esta ideia”, disse ao Portal de Alcanede, Nancy Martins.

A Diretora Técnica da Creche Mãe Celeste, situada em Amiais de Cima, reforçou a ideia de que, “se for possível aumentar a base de dados nacional de dadores em mais trezentas, quatrocentas ou quinhentas pessoas, é excelente”, e que isso serve de grande motivação para Joaquim Louro.

A par das suas inquestionáveis capacidades empresariais, o administrador do Grupo Louro é conhecido pela sua vertente humana e benemérita desde há muitos anos. Nesse sentido, Nancy Martins apela à população para que não esqueça “tudo aquilo que o Sr. Louro tem feito em prol de tantas pessoas ao longo das últimas décadas”, criando postos de trabalho e condições a inúmeras famílias de várias regiões de dentro e fora do concelho, ressalvando que agora chegou a hora de ajudar “quem sempre nos ajudou”. O Grupo Louro é o maior empregador do concelho de Santarém.J Louro

A primeira recolha está marcada para o próximo dia 20 de julho, entre as 9 e as 13 horas, no quartel da corporação dos Bombeiros Voluntários de Pernes, mas outras se seguirão. No dia 6 de setembro, a Creche Mãe Celeste será palco de nova ação, bem como em Alcanede e Alcanena (nos respetivos quarteis de bombeiros), em datas e horários ainda a definir, também abertas à comunidade.

Até final deste mês de julho, e segundo Nancy Martins, também está prevista uma recolha na “fábrica JJ Louro, apenas para funcionários”.

Joaquim Louro, natural de Amiais de Cima, é um homem que para além de empresário de reconhecido mérito, também é conhecido pela sua vertente humanista, solidária e benemérita.

Em 2009, foi distinguido por ocasião do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas pelo seu sentido empreendedor e pela responsabilidade social que tem assumido no apoio a várias obras na sua terra natal. O empresário foi agraciado com o grau de Comendador na classe de Mérito Industrial.

Atualmente, o Grupo Louro que é composto pelas empresas: LusoColchão: que se dedica ao fabrico e comercialização de colchões, Lourini: que lidera a nível nacional a produção de várias linhas de mobiliário e sofás, Camag: que produz produtos em ferro como estrados, camas metálicas, entre outros, Lusomaple Íris: que produz e comercializa cadeiras e mobiliário metálico de escritório, Miraterra: empresa de construção civil e obras públicas e a Global Mattress.

cartaz jlouro 01 2

Artigos Relacionados

Novo comandante dos B.V.A tomou posse em dia de aniversário da corporação

Paulo Coelho

Primeiro colóquio organizado pelo Portal de Alcanede foi um sucesso

Paulo Coelho

Infraestruturas de Portugal (IP) dá luz verde para a requalificação da EN362

Portal Alcanede