13.3 C
Alcanede
Domingo ,11 Abril, 2021
Saúde

USF Foral Novo disponibiliza guia do utente para esclarecimento da população

A equipa que constitui a recém Unidade de Saúde Familiar Foral Novo de Alcanede é composta pelos médicos, António Veneno e Tatiana Tabanschi. O Corpo de enfermagem é constituído por Fernanda Lopes, Fátima Alves e Sylvie Loureiro. O serviço em Alcanede é ainda assegurado pelos assistentes técnicos, Adelina Santos e Isabel Simões.

Na localidade de Amiais de Baixo o corpo clinico está a cargo do médico João Grilate da enfermeira, Fátima Andrade e da assistente técnica Ana Bento.

A USF serve cerca de 5000 utentes inscritos e residentes nas freguesias de Alcanede, Gançaria e Amiais de Baixo.

De acordo com o “Guia do Utente” as consultas programadas de vigilância de saúde contemplam adultos, infantil, mulher, planeamento familiar, vigilância oncológica, diabetes e hipertensão arterial.
O documento disponível a todos os utentes, informa que a chamada consulta aberta destina-se a situações de doença súbita, “não se destina a mostrar exames, renovar receituário, tratar de assuntos relativos a documentação diversa”, adverte.

O “Guia do Utente” disponível em Alcanede e no polo de Amiais de Baixo refere também que a USF assegura os cuidados mínimos na consulta de doença aguda, tratamentos e visitas domiciliárias inadiáveis e disponibilização de anticoncecionais de emergência.

As competências atribuídas à Unidade de Saúde Familiar Foral Novo, não incluem “atendimento de emergência, acidentes de viação e preenchimento de atestados diversos”.

O horário de atendimento na sede de Alcanede acontece das 8h às 17h30, encerrando no pólo de Amiais de Baixo às 16h.

O Guia do Utente chama também a atenção das alternativas assistenciais que devem ser procuradas no atendimento complementar em S. Domingos aos fins de semana e feriados das 9h às 14 horas, o Hospital de Santarém e a Saúde 24.

O Portal de Alcanede recorda, que com a implementação da nova valência em funcionamento, (ainda sem reforço de profissionais) o ACES Lezíria passa a ser constituído por 11 Unidades de Saúde Familiar, cinco Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados, nove Unidades de Cuidados na Comunidade, uma Unidade de Saúde Pública e uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados.

VER NOTÍCIA RELACIONADA

Artigos Relacionados

Locais e datas de recolha – Vamos ajudar o Sr. Joaquim Louro

Carlos Coelho

Covid-19: Mais 4 casos nas últimas 24 Horas fazem aumentar para 131 os positivos no concelho

Portal Alcanede

Covid-19: USF Foral Novo suspende consultas temporariamente

Portal Alcanede