13.3 C
Alcanede
Domingo ,11 Abril, 2021
Sociedade

Um milhão de euros para o saneamento básico de Aldeia da Ribeira

A empresa municipal Águas de Santarém anunciou um investimento de 3,5 milhões de euros em sistemas de saneamento básico de pequenas localidades do concelho. O presidente da empresa e da Câmara Municipal de Santarém, Moita Flores, disse que este investimento foi aprovado no âmbito de uma candidatura ao eixo 2 do Programa Operacional de Lisboa e Vale do Tejo (POVT), que comparticipa os projectos em cerca de 2,3 milhões de euros.

“O programa nacional para o saneamento de pequenos aglomerados populacionais tem um orçamento nacional de 20 milhões e Santarém conseguiu aprovar candidaturas que perfazem dez por cento deste valor”, frisou.

Moita Flores salientou ainda que isto se deve “ao trabalho dedicado dos técnicos da empresa Águas de Santarém e ao reconhecimento desse trabalho pelos responsáveis dos fundos comunitários”.

As localidades contempladas com este investimento são Azóia de Cima, Advagar (freguesia de Achete), Almeirim/Azenha (Arneiro das Milhariças), Canal (Abrã) e Aldeia da Ribeira (Alcanede).

Os dois projectos com maior volume de investimento vão ser a Aldeia da Ribeira e Azoia de Cima, com um milhão de euros de investimento cada.

A rede de saneamento nestas localidades deverá estar pronta até 2013 e vai funcionar de forma autónoma dos restantes sistemas de saneamento a construir no concelho.

Os resíduos desta rede vão ser reencaminhados e tratados em pequenas estações de tratamento de águas residuais (ETAR) compactas, cuja construção está abrangida pelo investimento agora anunciado.

Segundo Moita Flores, com a construção destas redes de saneamento mais pequenas, o concelho ficará, até 2013, com uma cobertura de 92 por cento na área do saneamento básico, uma valor acima do determinado pelas metas nacionais e europeias nesta matéria.

Em curso estão já as obras de quatro novas ETAR no concelho e a empresa municipal prevê o lançamento de outras no próximo ano. Estes investimentos perfazem um investimento superior a sete milhões de euros, aos quais se juntam agora mais 3,5 milhões.

Quanto ao parceiro privado que irá entrar na estrutura accionista da empresa Águas de Santarém, Moita Flores esclareceu que a escolha só deverá ser anunciada em Outubro, estando já encerradas as negociações e o processo em fase de análise na Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

Nota: No antigo site do Portal esta página foi lida 987 vezes

Artigos Relacionados

Minissaias regressam a Valverde no dia 5 de novembro

Carlos Coelho

Incêndio em Vale da Trave colocou população em sobressalto

Paulo Coelho

Covid-19: Concelho de Santarém com 97 Casos confirmados

Portal Alcanede