17 C
Alcanede
Quarta-feira ,14 Abril, 2021
Sociedade

Sustentabilidade financeira da Santa Casa de Alcanede, leva novo provedor a implementar gestão rigorosa

“Sinto uma enorme responsabilidade pela nobre missão que me é confiada”, as palavras foram proferidas pelo novo provedor da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede, durante a tomada de posse dos corpos gerentes, realizada no passado dia 9 de janeiro.

Fernando Azinheira substituto de Conceição Gaspar no cargo de provedor, considerou que se trata de um desafio “que me obrigará a estar permanentemente atento no sentido de alcançarmos os objetivos que a instituição merece e que os irmãos e a comunidade esperam”.

A sustentabilidade financeira da instituição, “será uma preocupação que nos levará a implementar medidas de gestão rigorosas”, afirmando no entanto que não está em causa, “a prestação de serviços de excelência aos utentes”.

O padre António Vicente que marcou presença na cerimónia usou da palavra para sublinhar, “se fizermos este trabalho sagrado que é cuidar dos outros é algo que será muito meritório”.

Numa altura em que se assinala o ano jubilar da misericórdia, o pároco de Alcanede lembrou que o misericordioso “é aquele que debruça o coração sobre as fragilidades do outro, inclinamos o nosso coração sobre aquele que sofre, precisa da nossa presença, e uma palavra amiga”, disse.

“As gentes de Alcanede tem sabido ao longo dos anos, ter um olhar misericordioso sobre os outros, naquilo que a palavra possa ter de mais genuíno e sagrado”, referiu a vice presidente da Câmara Municipal de Santarém, Pita Soares, evidenciando o compromisso e o apoio da autarquia pela “nobre causa das misericórdias”.

“Acho que em matéria de ação social, todos trabalhamos, mas a Santa Casa tem um compromisso maior, não significa mais responsabilidade, mas é uma componente muito vincada que apela à fé e religiosidade”, disse a presidente da Junta de Freguesia de Alcanede, Cristina Neves.

O representante do Núcleo de Santarém das Misericórdias, Maia Frazão, sublinhou no seu discurso três temas: consciência, trabalho e coração, “se desempenhar a sua função em consciência, decerto fará um grande mandato, com o coração conseguimos ajudar quem precisa de uma forma desinteressada, apaixonada e presente”.

Em entrevista recente ao Portal de Alcanede, Conceição Gaspar que esteve no cargo de provedora durante 13 anos, falou das motivações que a levaram a abraçar a causa, realçando que a atual situação financeira da instituição está estável, ficando livre de encargos financeiros dentro de 2 a 3 anos, contraídos enquanto provedora.

A cerimónia da tomada de posse dos novos corpos gerentes ficou também assinalada pelas palavras de agradecimento à ex-provedora pelo trabalho e dedicação desenvolvidos nos últimos anos, “quero deixar uma palavra de agradecimento”, referiu Tiago Leite.

O diretor do Centro Social da Segurança Social de Santarém, sublinhou também a continuidade de Conceição Gaspar no novo elenco diretivo, “quem parte não sai, e arranja tempo para estar na mesa da assembleia que é um cargo de muita importância”, disse.

VER FOTOS

VER ENTREVISTA

Artigos Relacionados

Dia do Vale da Trave comunitário

Paulo Coelho

AHBVA – Assembleia Geral Ordinária dia 30 de março

Carlos Coelho

Já se vê alcatrão nas obras da ER 361

Paulo Coelho