10.3 C
Alcanede
Terça-feira ,26 Outubro, 2021
Sociedade

Santa Casa de Alcanede festejou o Natal com festa cheia de humor

A Santa Casa da Misericórdia de Alcanede (SCMA) voltou a assinalar a quadra natalícia com uma festa que reuniu utentes, familiares, dirigentes, colaboradores e amigos da instituição. O evento decorreu no dia 20 de Dezembro de 2013, na Associação Recreativa e Cultural de Alcanede.

A Festa de Natal começou com um discurso da Provedora da instituição, Conceição Gaspar, seguindo-se uma atuação do Grupo “Vida Nova” e a representação da rábula “Fator Qualquer Coisa”, numa alusão ao programa televisivo “Fator X”. Momentos muito divertidos que agradaram ao público presente na iniciativa.

“Foi uma festa maravilhosa e tudo feito pelas nossas colaboradoras, elas é que organizaram os papéis e ensaiaram com os nossos utentes”, disse ao Portal de Alcanede a Provedora da SCMA, que confessou ainda, ter ficado com a nítida sensação de que “as pessoas, nomeadamente os familiares, saíram deste espetáculo encantadas com o que viram”.

Em jeito de balanço, Conceição Gaspar lembrou que 2013 “foi um ano difícil”, mas que apesar das dificuldades habituais, “conseguimos atingir todos os objetivos a que nos propusemos. Com muito sofrimento, com muito trabalho, porque é do conhecimento público que a Santa Casa não tem qualquer bem onde se possa agarrar”, realçando que a instituição vive “daquilo que nos dão, do que conseguimos angariar, dos benfeitores e amigos que nos ajudam”, disse. Amigos, que nas palavras da Provedora, têm sido muitos, “desde os empresários, pessoas a título individual, a Câmara Municipal de Santarém, a Segurança Social e o Centro de Emprego”, afirmou.

Ao nível interno da instituição, o trabalho tem funcionado dentro do previsto, “tenho contado com o apoio de todas as colaboradoras. Sei que às vezes sou muito exigente, mas é imperativo que assim seja”, disse.

Para 2014, o melhor que poderia acontecer à instituição, segundo a Provedora, seria a possibilidade de “ampliar as instalações”, especialmente “onde funciona o Centro de Dia, onde está a garagem e a secretaria, porque faz muita falta uma sala grande onde fosse possível fazer as reuniões, algumas festas pequeninas. No fundo, que tivéssemos melhores condições para receber as outras Santas Casas que nos querem visitar”, esclareceu Conceição Gaspar.

A Santa Casa da Misericórdia de Alcanede conta atualmente com 75 utentes, distribuídos pelo Lar de Idosos (35 pessoas), Apoio Domiciliário (22) e 18 utentes no Centro de Dia.

Ver Fotos
 

Artigos Relacionados

Elogios à direção da AHBVA marcaram sessão solene dos 24 anos dos Bombeiros de Alcanede

Portal Alcanede

Carla Vitorino sente que “Nasceu de novo” após transplante de medula

Portal Alcanede

AHBVA – Assembleia Geral Ordinária dia 30 de março

Carlos Coelho