15.9 C
Alcanede
Quinta-feira ,15 Abril, 2021
Saúde

Rastreio em Alcanede – Iniciativa foi um sucesso

Foto: Luís Ferreira

Alcanede recebeu nos dias 18 e 19 de maio uma iniciativa inédita. Pela primeira vez, o Centro de Saúde, os Bombeiros Voluntários e a Farmácia Apolinário, organizaram em conjunto uma ação gratuita, que pela via dos rastreios, ajudou a despistar sinais de doenças na população da freguesia, que de forma ativa participou, tendo sido registada mais de centena e meia de participantes. 

Durante a iniciativa foi distribuída aos utentes informação alusiva aos cuidados com a saúde e alimentação apropriada, assim como, oferecida uma refeição aos profissionais de saúde, cuja ementa se baseou nos conselhos de uma nutricionista. Todos os ingredientes foram oferecidos por comerciantes da região de Alcanede, aos quais a organização agradece.
 

Ruth Lopes, médica do Centro de Saúde, revelou ao Portal de Alcanede estar muto satisfeita pelo sucesso alcançado, e por vários motivos, “a começar pela adesão da população que foi excelente, o que denota que as pessoas estão abertas a coisas novas, abertas a receber qualidade e a que cuidem delas”.
O “sim” do ACES Ribatejo (Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo) foi, segundo a profissional de saúde, “fundamental, com os apoios do Dr. Carlos Ferreira e do Dr. Lourenço. Sem eles, esta ação não poderia ter sido realizada”.
Ruth Lopes lembrou também o trabalho e dedicação da “equipa do Centro de Saúde, enfermagem, administrativos e do nosso coordenador Dr. Melancia que demonstrou o seu empenho em apoiar a iniciativa”, assim como, “a articulação feita com os Bombeiros Voluntários e com a Farmácia” e ainda “o apoio de todas as pessoas ligadas à nutrição, fisioterapia, psicologia, que foram extremamente importantes para nós” e também as sinergias criadas “com o Hospital Privado de Santarém, e com a divulgação feita pelo Portal de Alcanede”.
Ruth Lopes considerou também, que com esta primeira experiência poderão surgir outras idênticas, “sou uma crente em partilhar experiências com a população”.

O comandante dos Bombeiros Voluntários salientou a importância destas ações, agradecendo a prestação desenvolvida pelos bombeiros presentes durante as atividades, “fizeram muito bem o seu trabalho”, lembrando que na sexta-feira, “dado ser um dia útil, não foi possível reunir todo o pessoal que gostaria. No futuro, da parte dos bombeiros, vai ser possível melhorar em alguns aspetos”.
Paulo Silva elogiou ainda o trabalho do Centro de Saúde “em especial o da Dra. Ruth Lopes por esta excelente iniciativa, e a Farmácia Apolinário”. O comandante, em nome do corpo ativo, mostrou-se também disponível para continuar a participar em novos eventos, “todas as iniciativas que se fizerem em Alcanede, e que contem com o nosso apoio, estaremos sempre presentes”.

A diretora da Farmácia de Alcanede considerou que o balanço “foi extremamente positivo. Acho que as diversas entidades envolvidas na área da saúde devem cooperar entre elas”. Isabel Apolinário salientou o envolvimento dos utentes, “a participação foi excelente”, sendo que um dos principais objetivos foi alcançado, “conseguimos identificar alguns casos que não estavam referenciados, tanto ao nível de valores de glicémia, colesterol e alguns casos de hipertensão”, que foram de imediato encaminhados para o Centro de Saúde “para serem validados”.
Isabel Apolinário agradeceu também o trabalho desenvolvido por toda a equipa da farmácia, “disponibilizaram-se totalmente. Estamos a falar de um horário muito alargado e todos estiveram presentes para além do horário normal”, um agradecimento que se estendeu à cardiopneumologista, “que se disponibilizou para cá estar durantes estes dois dias”.

Joana Tainha, também ouvida pelo Portal de Alcanede, mostrou-se igualmente satisfeita por esta experiência realizada em Alcanede, “tudo o que é prevenção de saúde e diagnóstico é uma mais-valia”, e como maio é o mês do coração, “a iniciativa fez todo o sentido”. A cardiopneumologista disse também que durante esta ação “foram sinalizados alguns casos que não estavam identificados, confirmaram-se patologias cardíacas em pessoas que necessitam de uma supervisão médica e que não sabiam”. Joana Tainha considerou ainda que “a população aderiu muito bem a esta ação” e que o balanço “é muito positivo”.

Alcanede precisa de mais médicos

Questionada pelo Portal sobre a sistemática falta de clínicos na nossa Unidade de Saúde, Ruth Lopes apelou a colegas e a especialistas em medicina geral e familiar para “que exerçam a sua atividade em Alcanede. Esta é uma terra bela, as pessoas é que não conhecem, é uma terra rica em muitas coisas”, lembrando que as infraestruturas do Centro de Saúde “são estupendas” e que a população “é aberta e acolhedora”, além dos profissionais de saúde que “querem dar mais e melhor”.

O apelo desta profissional de saúde estendeu-se a colegas, “até de outras áreas que estão fora de Santarém e que ainda não tenham raízes em outras zonas, e que sejam apaixonados por um projeto e por um trabalho eficaz e perto da população. Tenho a certeza de que em Alcanede estariam completamente satisfeitos, enquanto médicos de família”.

Ver Fotos (Luís Ferreira)

 

Artigos Relacionados

Covid-19: Elevado número de casos coloca concelho de Santarém em risco muito elevado

Portal Alcanede

Covid-19: Aumentam para 20 os casos positivos no Concelho de Santarém e 82 no Distrito

Portal Alcanede

Locais e datas de recolha – Vamos ajudar o Sr. Joaquim Louro

Carlos Coelho