24.8 C
Alcanede
Quarta-feira ,27 Outubro, 2021
Sociedade

«Quem Gosta Cuida» – I Jornadas Centro Veterinário de Alcanede

As I jornadas do Centro Veterinário de Alcanede, realizam-se no próximo sábado dia 21 de junho a partir das 15 horas no parque desportivo. O evento, inédito na vila de Alcanede, prevê uma prova de agilidade e obediência canina e um Workshop para crianças dos 4 aos 10 anos que vão experienciar o que é ser “Médico veterinário por um dia”

O início das atividades será dado pela diretora clínica do Centro Veterinário de Alcanede, Cátia Rodrigues, para a abordagem do tema “Cuidados Básicos de Saúde Animal”.

As jornadas contam com uma sessão de formação, orientada pela médica veterinária Joana Ruas, que deverá incidir no “Comportamento e Treino Canino”. Uma oportunidade para os participantes aprenderem ou fortalecerem conhecimentos em áreas como a obediência, defesa, recusa de alimentos ou como preparar o ambiente para o seu novo amigo de 4 patas.

“O programa está dividido em diferentes áreas para ampliar a oferta de atividades e no conjunto tornar o evento acessível a todos os grupos etários”, revelou a diretora clínica.

O Centro Veterinário de Alcanede é um projeto recente que está a tomar “consciência das necessidades reais da população”, disse ao Portal de Alcanede.

A prática clínica, desde a abertura do centro, tem sido diversificada sendo que a maioria dos episódios clínicos foram registados ao nível de “cuidados de higiene, ações profiláticas como vacinações, desparasitações internas e externas, passando pelo tratamento de casos clínicos de diagnóstico difícil, alguns deles com prognóstico reservado”, esclareceu, Cátia Rodrigues.

“Temos como objetivo, proporcionar à população animal cuidados de saúde diferenciados, apostando numa prática clínica consciente que vá de encontro às expectativas dos proprietários”, disse sublinhando a ideia de “Quem Gosta Cuida”.

jornadas CVA 

Artigos Relacionados

Xartinho – Homem encontrado sem vida dentro de um poço

Paulo Coelho

Xartinho e Mata do Rei sem água há vários dias entre as 18 e as 22 horas

Paulo Coelho

Bombeiros sem mãos a medir

Paulo Coelho