15 C
Alcanede
Terça-feira ,30 Novembro, 2021
Sociedade

Protocolo de apoio ao associativismo Câmara de Santarém honra compromissos de 2011

A Câmara Municipal de Santarém vai pagar os protocolos de apoio ao associativismo cultural referentes ao ano de 2011, mas com uma redução de 30% em relação aos valores que foram inicialmente estipulados. No total, a autarquia vai assumir o pagamento de quase 85 mil euros, divididos em duas tranches de 42.500 euros, a primeira a liquidar ainda durante 2014, e a segunda em 2015.
No que diz respeito às associações culturais, a CMS vai assumir os compromissos no valor total de cerca de 52.900 euros com as Filarmónicas de Alcanede, Gançaria e do Xartinho, Centro Cultural Regional de Santarém, o Círculo Cultural Scalabitano, a Orquestra Típica Scalabitana (onde se inclui também a Oficina de Música e a Escola de Dança), o Veto Teatro Oficina, o Teatrinho de Santarém, o Teatrinho Fantasia da APPACDM, o grupo de teatro da Sociedade Musical União Pernense, a Cena Aberta, e o Centro Dramático Bernardo Santareno.

Em relação aos grupos etnográficos do concelho, aos quais a autarquia assume uma dívida que ronda os 25.700 euros, vão ser ressarcidos os ranchos folclóricos das Viegas, Abitureiras, Achete, Alcanhões, Atalaia, Arneirense, Vila Nova do Coito, Póvoa da Isenta, Romeira, Bairro de Santarém, Portela das Padeiras, Ribeira de Santarém, São Vicente do Paul, Vale de Figueira, Vale de Santarém, e ainda o Grupo Académico de Danças Ribatejanas e o Grupo Juvenil de Danças e Cantares Ribatejanos.

A deliberação foi aprovada na última reunião do executivo scalabitano, realizada a 1 de agosto, e teve em conta que, apesar da autarquia não ter cumprido com os compromissos financeiros que assumiu com vários agentes e produtores culturais do concelho, estes não deixaram de realizar os espetáculos que tinham sido contratualizados com o município.

Fonte: Rede Regional

 

Artigos Relacionados

Tribunal de Santarém julgou improcedente a providência cautelar contra a AHBVA

Carlos Coelho

Fotos – Festas de Alcanede com muito público

Carlos Coelho

Sopa e artesanato em Mosteiros

Carlos Coelho