17.6 C
Alcanede
Quarta-feira ,23 Outubro, 2019
Sociedade

Petição ER 361 chega aos Estados Unidos da América

A comunidade Portuguesa com raízes na região do Ribatejo e radicada nos Estados Unidos da América, tomou conhecimento da petição através do Jornal LusoAmericano. Trata-se de uma das publicações de maior tiragem junto dos nossos compatriotas radicados em solo Americano. O trabalho e os contactos desenvolvidos ficaram a dever-se ao nosso conterrâneo, Carlos Arruda, a quem o Movimento Cívico Pela repavimentação da ER 361 deseja demonstrar gratidão pública.

As populações dos concelhos de Santarém e Alcanena servidas pela ER 361 no troço que liga Alcanede a Alcanena estão revoltadas com as promessas não cumpridas ao longo das duas últimas décadas e que tem adiado o arranjo daquela importante via de comunicação. Cansados de esperar as populações através do portal on-line www.portalalcanede.pt encabeçaram uma petição pela repavimentação, que por esta altura conta com mais de 4 mil assinaturas, algumas provenientes da comunidade emigrante radicada por todo o mundo e com afinidades aquela região de Portugal.

A situação agravou-se quando os funcionários das estradas de Portugal arrancaram os cartazes colocados pela população contendo duas frases inofensivas, “EN 361 – Já viu o buraco onde se enfiou”, e EN 361 – Circule com Precaução, Buracos com Estrada”. Esta atitude foi justificada pelo Director Centro Operacional Sul, Alcindo Cordeiro afirmando “que os cartazes foram removidos pela Brigada de Intervenção, conjuntamente com outra publicidade ilegal que se encontrava naquele troço de estrada, com excepção de alguns cartazes de partidos políticos”. Paulo Coelho elemento da administração do Portal de Alcanede acredita que se tratou de um ato de má fé, “até porque a estradas de Portugal não removeu outros cartazes colocados em outras vias de comunicação”próximas. Após estes incidentes o Gabinete de Comunicação Institucional da EP – Estradas de Portugal S.A acabou por dar como inquestionável “o lançamento do Concurso para a empreitada da beneficiação do troço da ER361”, para o final deste mês de Março.

A comunicação oficial partiu da Delegação Regional de Santarém a um pedido de esclarecimento. De acordo com o director, Alcindo Cordeiro a intervenção de beneficiação do troço entre Alcanede e Alcanena será dividida em duas fases, “a 1ª entre Alcanede (Km 52,130) e sensivelmente o limite entre os concelhos de Santarém e Alcanena (Km 61,900) e, a 2ª entre este Km e Alcanena (Km 68,130)” esclarece.

No que diz respeito à Beneficiação/Rectificação da ER361, o Projecto do troço compreendido entre o km 61,900 (limite do Concelho de Santarém) e o km 68,130 (Concelho de Alcanena) inclui a rectificação de algumas curvas, desenvolvendo-se dentro do Sítio da Rede Natura 2000 e Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros, pelo que, terá que ser submetido a parecer prévio do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB).

Face as estas notícias e após a análise da informação foi decidido pelos administradores do Portal manter agendada a manifestação pacifica agendada para o dia 1 de Abril em Alcanede, e que consiste numa marcha condicionada entre as localidades de Amiais de Cima e Alcanede. Consideram estes responsáveis que a iniciativa demonstrada pela EP é louvável, mas “não passa ainda de uma intenção não concretizada”.

Tendo como base esta argumentação os organizadores da petição deixam bem claro aos organismos da administração pública que a “população está unida nesta causa e que só descansará quando a obra estiver totalmente concluída”. O dia 1 de Abril será assim marcado por uma grande jornada entre todos os habitantes dos lugares que são «mal» servidos pela ER361 e onde se esperam centenas de pessoas.

Colaboração: Carlos Arruda


Artigos Relacionados

Museu do vinho e praia fluvial de Valada na rota das Motorizadas e Vespas de Aldeia da Ribeira

Carlos Coelho

“Mal Tratadas” estão de volta à estrada

Paulo Coelho

“Mal Tratadas” saíram à rua de “cara lavada” em passeio muito animado

Paulo Coelho