24.8 C
Alcanede
Quarta-feira ,27 Outubro, 2021
Sociedade

Peças de arte sacra roubadas do cemitério de Valverde

Várias peças de cobre e de outros metais, nomeadamente crucifixos, santos e outros artigos religiosos, foram esta semana roubados de algumas campas do cemitério de Valverde. Embora sem certezas absolutas, os indícios levam a crer que os furtos terão sido levados a cabo de domingo para segunda-feira, 3 de março de 2014.

Após ter conhecimento da situação, a Junta de Freguesia de Alcanede “comunicou de imediato à GNR de Santarém o sucedido”, segundo disse ao Portal de Alcanede, Cristina Neves. Tratando-se de furto de arte sacra, “a GNR, por sua vez, comunica à Polícia Judiciária” que deverá destacar, nas próximas horas, uma equipa de inspetores ao local para recolha de eventuais provas.

Perante o roubo registado em Valverde, a autarquia Alcanedense está a verificar, ao longo da tarde desta quinta-feira, se atos semelhantes tiveram lugar em outros cemitérios da freguesia, apelando-se à população para que, quando possível, “as pessoas verificarem se notam a falta de alguns objetos colocados nas campas dos seus entes queridos”, e caso isso se confirme, “comuniquem à Junta para se fazer um levantamento do material furtado”, solicitou a Presidente da Junta de Freguesia de Alcanede.
 

Artigos Relacionados

Vale da Trave tem mais encanto com a iluminação da capela

Paulo Coelho

13 Sepulturas vandalizadas no cemitério dos Bacelos – Mosteiros

Portal Alcanede

Tentativas de agressão, ameaças e insultos marcam última Assembleia Municipal de Santarém

Paulo Coelho