10.3 C
Alcanede
Terça-feira ,26 Outubro, 2021
Artigos de Opinião

Paroquianos de Alcanede recordam 208 não sobreviventes vitimas de cancro

A celebração da Eucaristia do II Domingo da Quaresma, realizada na Igreja Matriz de Alcanede, ficou gravada nos nossos corações.

Estando a paróquia, desde a primeira hora, solidária com o projeto “ Um Dia Pela Vida” promovido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro, foi marcado para este domingo “Dia da Misericórdia”, uma celebração para recordar os não- sobreviventes do cancro, pedir a graça e misericórdia para os que estão a enfrentar a doença, e o testemunho de uma sobrevivente.

Todos os que quiseram participar, registaram à entrada da igreja o nome do seu ente querido e adquiriram uma vela que simbolicamente os representava. A celebração teve início com os paroquianos a colocarem cada uma das velas aos pés do altar-mor, ao mesmo tempo que iam sendo citados os nomes de todos os que partiram. Foi um momento de grande emoção, uma cerimónia que ficará guardada no nosso coração.

Impossível ficar indiferente aos 208 não-sobreviventes que foram recordados pelos nossos paroquianos.

Do lado direito do altar estava colocada uma belíssima cruz, talhada em madeira, onde foram colocados também os nomes dos que, neste momento, lutam contra o cancro.

É uma realidade que desperta em nós sentimentos de profunda tristeza. Contudo, somos uma grande paróquia, cheia de vida, solidária, de tradição e história de fé, e por isso, abraçámos o projeto “ Um Dia Pela Vida ”. É um projeto NA comunidade e PELA comunidade, tendo como principais objetivos, educar para a saúde e angariar fundos.

Educar para a saúde, porque a prevenção e deteção precoce do cancro são o melhor prognóstico; e a angariação de fundos, na forma de donativos, porque são a única fonte de receita da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

A Liga não tem subsídios de qualquer natureza e assume-se como uma entidade de referência nacional no apoio ao doente oncológico e família, na promoção da saúde, na prevenção do cancro e no estímulo à formação e investigação em oncologia.

Foi um dos rastreios que a Liga promove regularmente a nível nacional e de forma completamente gratuita, que permitiu a uma sobrevivente poder testemunhar perante nós, a luta que travou contra o cancro, agradecer o apoio da família e dos profissionais, deixando ainda aos presentes, uma mensagem de fé e de esperança.

Este testemunho, veio reforçar a nossa motivação e força para só pararmos quando encontrarmos a cura.

Em nome da Liga Portuguesa Contra o Cancro e da Comissão Local do projeto “Um Dia Pela Vida”, estamos profundamente gratos pelo donativo referente ao ofertório, e pela participação solidária de toda a comunidade.

Contamos com a presença de todos, nos eventos que decorrem nas freguesias de Tremês, Gançaria, Abrã e Alcanede e também na Festa de Encerramento, que terá lugar no próximo dia 3 de Junho, em Alcanede.

Wanda Mendo

Artigos Relacionados

Remar Contra a Maré

Portal Alcanede

Casa roubada, trancas à porta …

Portal Alcanede

Portal de Alcanede há 4 anos ao Serviço da Comunidade

Paulo Coelho