22 C
Alcanede
Sábado ,8 Maio, 2021
Artigos de Opinião

Os Jovens e a Política: uma ligação para o futuro!

Portugal vive um momento de crise: não só política, nem tão pouco exclusivamente económica! Atravessamos um grave período de desilusão social e de falta de esperança no futuro. As (duríssimas) medidas de austeridade vieram aumentar, ainda mais, o deficit de confiança face aos políticos que nos governam. Infelizmente, vemos, numa base diária, cada vez mais jovens afastarem-se do meio político, descrentes com as soluções e opções tomadas nos últimos anos. Mas será este o caminho correto?

Julgo que não! Pela primeira vez, Portugal apresenta uma das gerações mais qualificadas da Europa e do Mundo. A aposta feita ao nível da educação (com especial destaque para o esforço de implementação de uma escola pública de qualidade inquestionável, algo que só pode ser atribuído ao Partido Socialista), formou uma geração de homens e mulheres com vastíssimas aptidões. Mais do que um “país de doutores e engenheiros”, somos um país de jovens com reais capacidades e qualificações para singrar na vida e construir um futuro melhor.

Então, porque se afastam estes da política? Porque não se tornam eles os decisores do futuro, em prol de um país melhor e mais justo para todos?! Vejamos alguns exemplos: na Noruega, após os ataques de 22 de Julho deste ano, muitos foram os jovens que se filiaram em juventudes partidárias. Respondendo ao apelo do Primeiro-ministro Jens Stoltenberg, a juventude norueguesa disse “presente” na defesa dos valores democráticos face à ameaça dos ataques terroristas. No Reino Unido e nos Estados Unidos, os movimentos político juvenis têm forte impacto nas lideranças partidárias. Também em Portugal, foram as juventudes partidárias que conseguiram muitas das grandes conquistas dos últimos anos (com especial destaque para a Juventude Socialista que, através das suas propostas, tornou Portugal num país mais progressista e tolerante).

É este sentimento que tem de “contagiar” esta geração! Mais do que promover um afastamento, só poderemos mudar o rumo dos acontecimentos participando mais! Sendo mais ativos! Fazendo-nos ouvir democraticamente! Se as decisões políticas influenciam o nosso futuro, porque não somos nós parte integrante deste processo?! Mais do que nunca, Portugal precisa da sua geração qualificada a fazer política. Seja nas juventudes partidárias, seja nas mais diversas associações ou instituições. Os jovens são o futuro, mas o presente necessita deles civicamente ativos.

Um melhor futuro para Portugal só se conseguirá com mais juventude, com maior participação democrática e cívica e com muita esperança nesta geração indubitavelmente qualificada!

Nota: Escrevo, pela primeira vez, neste espaço, representando a Juventude Socialista de Santarém da qual sou coordenador. Queria deixar uma mensagem de agradecimento a este portal e aos seus editores. A democracia só conseguirá consolidar-se, e evoluir, se dermos espaço aos jovens para exporem as suas visões.

(Coordenador Concelhio da JS Santarém)

Nota do Portal de Alcanede: O coordenador concelhio da Juventude Socialista de Santarém, Tiago Preguiça, foi o nome escolhido pela Comissão Politica Concelhia do PS de Santarém, para substituir Ricardo Segurado nesta função de articulista no Portal de Alcanede.

Ricardo Segurado é atualmente o líder de uma lista concorrente às eleições para a concelhia de Santarém do Partido Socialista, e a quem o Portal de Alcanede agradece publicamente a sua prestigiosa colaboração desde Novembro de 2010, altura em que todas as concelhias partidárias foram convidadas a assinar, mensalmente, um artigo no nosso site. Do mesmo modo, damos as boas-vindas ao líder da JS de Santarém ao convívio dos leitores do Portal de Alcanede.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 317 vezes

Artigos Relacionados

Reflexões sobre cidadania por Alcanede

Portal Alcanede

Os ataques contra a família

Portal Alcanede

A vida é pródiga até nas partidas de mau gosto

Carlos Coelho