13.3 C
Alcanede
Domingo ,11 Abril, 2021
Sociedade

Obras de saneamento básico ganham novo fôlego financeiro

22,3 Milhões de euros é quanto a empresa municipal Águas de Santarém vai receber a fundo perdido até 2013. São mais 14 milhões de euros do apoio de fundo de coesão aprovado por Bruxelas. O contrato com o parceiro privado deverá ser assinado a 22 ou 23 de Outubro, o que deverá permitir fechar o ciclo de engenharia financeira em relação às obras de saneamento a levar a efeito.

Desde Agosto de 2009, que decorre em Alcanede a construção do sistema das redes de drenagem e respectiva construção da ETAR e que nesta primeira fase está orçado em cerca de um milhão e duzentos mil euros, mais IVA.

Em Setembro deste ano, recorde-se, a Águas de Santarém lançou o concurso base no valor de 9,712 milhões de euros para a segunda fase do saneamento de Alcanede, que vai servir os lugares de Aldeia da Além, Alqueidão do Mato e Mosteiros. Neste valor está também prevista a execução das redes de saneamento e abastecimento de Pernes, que incluem as povoações de Arneiro das Milhariças, Casais das Milhariças e Póvoa das Mós. Será ainda construída uma nova ETAR no Vale de Santarém e redes de saneamento da Póvoa da Isenta e Alto do Vale.

A chegada deste dinheiro foi motivo de satisfação para Francisco Moita Flores que, segundo o jornal O Mirante, referiu em conferência de imprensa que “Este é o maior investimento público alguma vez feito no concelho de Santarém. Conseguimos incluir neste financiamento alguns pequenos aglomerados urbanos e só esses representam dez por cento do esforço nacional do país para esta área. Telefonei ao secretário de Estado Fernando Medina, e ao ex-ministro Mário Lino, duas peças essenciais para resolver o bloqueio e tudo aquilo que a política mais baixa tinha feito para prejudicar Santarém. Foram três anos de luta e combate mas também sinto o dever cumprido para com este concelho”, afirmou o autarca.

No conjunto das candidaturas aprovadas desde Junho, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional 2007-2013, a Águas de Santarém garante da União Europeia a atribuição de 22,3 milhões de euros a que se somam investimentos de mais de 40,2 milhões de euros a suportar em grande parte pelo accionista privado da Águas de Santarém, o consórcio Aquainveste.

Nota: No antigo site do Portal esta página foi lida 560 vezes



Artigos Relacionados

Covid-19: Contra-análise ao cidadão da freguesia de Alcanede dá negativo mas é preciso esperar resultado do segundo Contra Teste

Portal Alcanede

Festa em Honra de S. Brás arranca em Prado e Vale d`Água no dia 1 de fevereiro

Portal Alcanede

Acidente de viação provoca uma vítima mortal em Pé da Pedreira

Portal Alcanede