10.2 C
Alcanede
Segunda-feira ,12 Abril, 2021
Sociedade

Movimento Cívico ER 361: “Estradas de Portugal S.A, Queremos Obra”

O Movimento Cívico pela Repavimentação da ER 361 (M.C.ER 361) colocou esta Quinta-feira, no troço que liga Alcanede a Amiais de Cima, quatro faixas de protesto com mensagens a exigir o começo das obras. «Estradas de Portugal S.A, Queremos Obra» e «Estamos Fartos Desta…»,são as frases escolhidas para esta nova ação. “Foram colocadas em terrenos privados, com a devida autorização, para evitar a sua vandalização por parte das Estradas de Portugal como já aconteceu no passado”, refere um comunicado enviado pelo M.C ER 361.

As faixas com quatro metros de comprimento pretendem, “demonstrar a insatisfação do movimento que aguarda uma data para a assinatura do contrato”. Em causa está a repavimentação da primeira fase entre Alcanede (Km 52 / 130) e Amiais de Cima  (Km 61 / 890), adjudicada à empresa de Construções Júlio Lopes, S.A no valor de 1.700 Mil Euros.

O Movimento promete não baixar os braços perante a ausência de respostas por parte da Estradas de Portugal, afirmando que todo o processo “foi conduzido através das ferramentas democráticas ao nosso dispor” e que “os governos caem, os administradores da EP demitem-se, mas a estrada fica”.

No documento o (M.C.ER 361), recorda que a petição que reuniu 4604 assinaturas foi discutida no parlamento pelos deputados no passado dia 12 de Janeiro de 2011, mas o histórico das ações promovidas pelo M.C. ER 361 passou, entre outras, pela entrega de documentação ao Inir – Instituto de Infraestruturas Rodoviárias, Estradas de Portugal, Presidência da Assembleia da República, Provedoria de Justiça, Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Governo Civil de Santarém, autarquias de Santarém e Alcanena, reuniões com autarcas locais e empresários.

Perante o trabalho desenvolvido desde Janeiro de 2010, o Movimento assegura que quaisquer que sejam as circunstâncias que se coloquem no caminho, há uma certeza, “ levaremos este desígnio, até às últimas consequências dentro do que a lei nos confere” prometendo “mais noticias no decorrer da próxima semana”.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 847 vezes

Artigos Relacionados

Pontes de Aldeia da Ribeira, Viegas e EN 362 – Portal de Alcanede solicita esclarecimentos

Paulo Coelho

Tratores fizeram “greve” ao trabalho e saíram em Passeio

Paulo Coelho

Reportagem de Vídeo na Festa de Mata do Rei 2012

Paulo Coelho