17.4 C
Alcanede
Quinta-feira ,9 Julho, 2020
Alcanede Sociedade

Mata do Rei: Alguns residentes reclamam falta de limpeza das vias públicas mas JFA refuta acusação de “abandono”

Alguns residentes em Mata do Rei fizeram chegar ao Portal de Alcanede, esta quarta-feira, o seu descontentamento pelo facto “das ervas das bermas das estradas junto às habitações” estarem, em algumas zonas, “quase a tapar a via pública”, citámos.

Os populares reconhecem que o trator da Junta de Freguesia de Alcanede (JFA) esteve há cerca de uma semana na localidade, mas que “apenas passou na rua principal”, neste caso na Rua Senhora da Luz, e que não conseguem entender o motivo do “abandono”, realçando que se os proprietários limparem, ou pagarem para tal, serão “exceções à regra” mas que, “de resto, as ervas vão continuar a crescer”, afirmam.

As dúvidas levam os queixosos a questionar se o problema se deve ao facto de este ano não se realizarem as festas anuais e se, por esse motivo, “não é necessário fazer a limpeza das vias públicas”, lê-se na informação enviada ao Portal.

Contactado pelo Portal de Alcanede, Manuel Joaquim Vieira reconheceu que, “é verdade, a erva está grande, como todos nós sabemos o mês de Maio muito chuvoso tem sido propício a isso”, mas não compreende o motivo das reclamações não terem chegado à Junta de Freguesia.

O Presidente refuta a acusação de “abandono”, lembrando que “o trator passou pela estrada principal…”, pelo que, “é fácil de ver que Mata do Rei não está esquecida!…Nem Mata do Rei, nem qualquer localidade desta Freguesia”, disse.

Manuel Joaquim Vieira salienta que, “como sempre, todos os anos a limpeza das ervas ocorre na semana antes da festa de cada localidade”, neste caso antes do São João a 24 de Junho, “o que seria feito este ano entre o dia 15 e 20 de Junho”, no entanto, e porque realmente a erva cresceu mais do que seria esperado, “antecipámos esta limpeza três semanas”.

O autarca afirma que até este momento os trabalhos de limpeza já passaram por “Vale da Trave, Pé da Pedreira, Casais da Charneca, que se tivesse havido festejos teriam sido este mês”, e que os funcionários “de roçadora andam a fazer o Xartinho e seguidamente será Mata do Rei”, disse ao Portal de Alcanede.

O Presidente da Junta de Freguesia garante que “o trator só não fez mais, porque infelizmente temos a pandemia e o maquinista ficou um mês em casa para assistência à sua família com início no dia 18 de Maio”, mas que o trator vai trabalhar durante os fins de semana “porque durante a semana não haverá maquinista”, pelas razões já referidas, e que serão asseguradas “algumas limpezas mais criticas nos lugares em causa”.

Artigos Relacionados

Pedreira em Vale da Mata, estudo de impacte ambiental em consulta pública

Paulo Coelho

“A Terra Treme” dia 11 de Outubro, às 11h10. Proteção Civil apela à participação em exercício de preparação para sismos

Paulo Coelho

Arraial popular em Viegas promete novidades sobre a Festa Anual

Portal Alcanede