10.6 C
Alcanede
Quinta-feira ,2 Dezembro, 2021
Saúde

Jovem de Casais da Charneca com doença rara precisa do apoio de todos

A Associação Cultural e Desportiva de Casais da Charneca vai ser palco no domingo, 4 de agosto de 2013, de um almoço de solidariedade para com o Micael Francisco. Natural de Casais da Charneca, este jovem de 17 anos está a necessitar, urgentemente, de uma cadeira especial que ajude a minimizar os impactos de uma doença rara detetada por volta dos 4 anos de idade.
Sem problemas de saúde até aos 3 anos, a família do Micael viu a sua vida modificar-se por completo quando, o ainda menino, começou a manifestar alguns sinais preocupantes, “notava-se que não desenvolvia aquilo que aprendia, em especial na fala”, disse ao Portal de Alcanede a tia do jovem.

Andreia Cordeiro e a mãe, Célia Francisco, confessam que desde a descoberta do problema “tudo tem sido muito difícil”, sendo a família obrigada “a adaptar as nossas vidas, o nosso dia-a-dia em função dele”.

Apesar dos enormes avanços no campo da medicina, passados todos estes anos, ainda não há um diagnóstico preciso, “simplesmente informaram que o Micael é autista, tem epilepsia e que é portador de uma doença rara”, mas na opinião da família, “ele não tem as características de um autista” e, sendo uma doença rara, “queremos saber o nome dela”, desabafou Andreia Cordeiro.

A mãe tenta reagir de forma a enfrentar a realidade que tem pela frente diariamente, “sabe que o problema é real e só assim consegue ganhar forças para cuidar dele”, lembrou a tia. Célia Francisco viu-se obrigada a deixar de trabalhar para estar com o filho 24 sobre 24 horas. A realidade é tão dura, que o pai ainda tem dificuldade em aceitar o problema.

À medida que os dias vão passando, o Micael vai crescendo e as dificuldades de mobilidade aumentam. A pensar nas necessidades especiais que o jovem necessita nesta altura, os tios Andreia e Roberto decidiram organizar um almoço que servirá para reunir alguns fundos que ajudem à aquisição de uma cadeira, cujo custo ronda os nove mil euros, “não é uma cadeira de rodas comum, é mesmo muito cara”, ressalvou a familiar.

Ao ver a luta constante da irmã, Roberto não hesitou e pensou na realização do evento solidário, “considerou que seria uma boa hipótese de angariar fundos para a cadeira do sobrinho”, disse Andreia Cordeiro. Apesar dos problemas evidentes, o Micael apenas recebe uma comparticipação de 200€ mensais, muito pouco para tanta despesa, nomeadamente “em fraldas e medicamentos”.

A família do jovem residente na nossa freguesia quis também deixar, através do Portal de Alcanede, uma mensagem para as mães e familiares que passam por situações semelhantes, “continuem a lutar pelo bem-estar deles e nunca desistam. Quando dizem que não há nada a fazer, acreditem que ainda há muito por fazer”, salientou Andreia Cordeiro.

O almoço na Associação, que tem o custo de 7.5€, está marcado para as 13 horas. Quem não tiver oportunidade de estar presente e que deseje ajudar na angariação de fundos para a aquisição da cadeira para o Micael, pode contribuir através do NIB: 003507260009380150069 em nome da mãe, Célia Maria Leandro Cordeiro Francisco.

Mais informações através dos números de telemóvel: 967 602 074 ou 961 121 103 e no facebook: Clique aqui

Foto Micael Cadeira                                                     A cadeira especial que o Micael Francisco necessita

Artigos Relacionados

Covid-19: Mais 1 caso positivo no Concelho de Santarém nas últimas 24 Horas mas menos pessoas em vigilância ativa

Portal Alcanede

Covid-19: Desde o início da pandemia já faleceram 10 pessoas no concelho de Santarém

Portal Alcanede

Centro de Saúde de Alcanede “Temos uma luz ao fundo do túnel”

Carlos Coelho