5.7 C
Alcanede
Quarta-feira ,19 Janeiro, 2022
Artigos de Opinião

Instituições sociais da nossa terra

Num artigo (convite a reflexão) feito por Joaquim Santos acerca de importantes temas onde inclui os Bombeiros Voluntários de Alcanede (Instituição), é visível a sua preocupação no que concerne à referida Instituição e governabilidade da mesma e à pouca assiduidade dos sócios nas Assembleias Gerais e nos actos eleitorais. – Refere ainda as muitas Associações: culturais, recreativas, musicais e desportivas, existentes na área da nossa freguesia. – O Joaquim Santos que não desanime, pois o problema que está a viver na Instituição onde está ligado, existe em todas as outras e foi sempre assim!?…

É sempre mais cómodo criticar do que assumir e é por isso que a desejada frequência de voluntários é sempre escassa para as necessidades existentes e ainda menos, para o voluntariado real. – Louvo a simplicidade e humildade com que apela a este convite à reflexão!…pois corresponde à minha expectativa e é um bom princípio para qualquer responsável – Sem dúvida que todas as Instituições e Associações da nossa freguesia merecem muita atenção e carinho de todos nós que com elas devemos colaborar, quer sejamos ou não associados. Todavia, existem duas que por estarem ligadas à Acção Social, cada vez mais solicitada, devem merecer uma especial atenção de todos nós (sociedade civil), mas também das entidades públicas, nomeadamente autarquias e outras instituições governamentais; como não podia deixar de ser, estou a referir-me precisamente aos Bombeiros e Santa Casa da Misericórdia de Alcanede.

Acreditem que são duas Instituições muito carenciadas de voluntariado e meios financeiros que lhe permitam levar a bom porto a sua acção social. – Desejo que todos nós não esqueçamos que existem todas estas associações e instituições e que as vejamos a todas com o mérito que possuem e não apenas as que mais nos atormentam; será pois a maneira mais eficaz para nos conformarmos e aceitar as dificuldades que temos, que afinal são idênticas a tantas outras que outros voluntários como nós, têm e…haja coragem!…tudo se resolverá, com a boa vontade de todos.

Aqui me confesso que não sou sócio dos Bombeiros (embora pareça estranho) mas a minha esposa é sócia desde o seu início; mas isto, não é nem nunca foi razão para eu deixar de colaborar com a Instituição e sempre estive e estarei presente às chamadas. – Gosto da Instituição e reconheço a mais valia que representa para a nossa freguesia e região.

– Não sou sócio por qualquer razão especial (do meu conhecimento) mas apenas porque nunca calhou e, como a minha esposa é sócia… o assunto tem vindo a ficar assim?!… A título de brincadeira já tenho perguntado à minha esposa como é que fez para ser sócia e ela responde-me que já não se lembra mas que com certeza calhou em alguma ocasião colectiva ou foi abordada para o efeito!?… Um dia se passará também comigo.

Tenho por vezes apreciado comentários do género”estive ou estou nos bombeiros e tu não!?… logo não és amigo dos bombeiros, como eu sou”.- Penso que este pensamento não será boa política e traduz-se apenas em tentar fabricar inimigos virtuais, que em nada abonará o bom funcionamento da Instituição. Não acredito que possa haver alguém que não goste dos Bombeiros (Instituição Humanitária).

Aprecio todo o trabalho que a Direcção e Comando têm desenvolvido e sei que não tem sido fácil!…mas as facilidades jamais existirão neste tipo de instituições.

Aproveito nesta época festiva, para desejar as maiores facilidades à Instituição, Boas Festas e muitas felicidades às suas direcções: Administrativa/Operacional, bem como a todo o Corpo de Bombeiros.

BEM HAJAM.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 544 vezes

Artigos Relacionados

Dia Comunitário do Vale da Trave

Portal Alcanede

Um Silêncio que vale… euros

Paulo Coelho

O Tempo dos Franceses

Portal Alcanede