15.9 C
Alcanede
Quarta-feira ,14 Abril, 2021
Artigos de Opinião

Equipa Comenius da EB 2,3 de Alcanede deslocou-se a Freiburgo, Alemanha

No âmbito do projeto Comenius 2012-2014 “Os adolescentes europeus e o mundo do trabalho”, teve lugar mais uma deslocação, desta vez a Freiburgo, uma cidade alemã, na região de Breisgau, no lado ocidental da Floresta Negra e junto à fronteira com a Suíça e a França. Esta cidade tem cerca de 22 000 habitantes e é onde se situa a escola parceira “Wentzinger Realschule”.

Os alunos Maria Inês Piedade (7ºB), Marta Martins (7ºC), Diogo Antunes (8ºC), Gonçalo Martins(9ºB) e Natacha Queirós (9ºB) acompanhados das professoras Irene Pereira e Carmo Pronto lá embarcaram no dia 10 de dezembro numa grande aventura. Começaram por apanhar um voo em Lisboa em direção a Munique, onde mudaram de avião, tendo apanhado outro voo em direção a Basileia, Suíça. Chegados a Basileia, apanharam o autocarro para Freiburgo. Depois de uma hora de viagem e já pelas 23h, chegaram a Freiburgo onde a prof. Katja Konradremensperger, coordenadora do projeto Comenius na Alemanha os esperava, acompanhada das famílias que iam acolher os nossos alunos durante estes dias.

No dia seguinte, 11 de dezembro, bem cedo, lá estavam todos na estação de Freiburgo para apanhar o comboio para Basileia, Suíça, onde iriam passar o dia. A excitação era grande para os alunos franceses, alemães, polacos e romenos, mas sobretudo para os alunos gregos, portugueses e italianos menos habituados às baixas temperaturas, uma vez que nevava e um manto branco cobria a cidade.

Em Basileia visitaram o Museu Tinguely que é dedicado à vida e obra do artista do ferro Jean Tinguely (1925-1991). É um dos artistas suíços mais inovadores e importantes do Séc.XX. Neste museu, os visitantes podem pôr em movimento as obras de arte: elas mexem- se, vibram, surpreendem porque resultam da transformação de máquinas utilitárias em obras de arte! Visitaram também o Museu do Papel onde aprenderam a sua história e observaram as antigas técnicas de fabricação. No final do dia nevava intensamente, o que permitiu algumas brincadeiras durante a visita ao Mercado de Natal de Basileia e no trajeto para a estação de comboio, de regresso a Friburgo.

No dia seguinte aconteceu a primeira sessão de trabalho, com a reunião do Conselho de Administração alargado da multinacional Bibio-Polis. Arthur Bonamy, aluno francês, dirigiu a reunião. Portugal esteve representado por Gonçalo Martins (9ºB) presidente da filial portuguesa e a ordem de trabalhos foi a apresentação dos desenhos que cada equipa fez para a brochura que será impressa e as maquetes das páginas do livro. Depois desta sessão, teve lugar o atelier Europa, animado pelos estudantes da Universidade de Freiburgo e onde os alunos puderam descobrir de forma lúdica os costumes, monumentos, gastronomia e vocabulário dos 7 países do projeto.

Da parte da tarde, após o almoço na cantina da escola, a equipa visitou o centro histórico de Friburgo, ficando a saber mais sobre a cidade que foi fundada no séc.XII. A equipa visitou a Catedral gótica e outros locais turísticos. Como principais curiosidades, o facto dos passeios fazerem lembrar os nossos porque são feitos com pedras de cores diferentes que formam desenhos, mas com a diferença destas serem seixos extraídos do Rio Reno, partidos ao meio e que em frente de cada loja formam desenhos de acordo com o que aí é vendido. Outra curiosidade é a rede de canais de água existentes nas ruas,“Bächle”, construída na idade média e que servia originalmente para lavar as ruas da cidade e apagar incêndios. A lenda diz que, quem inadvertidamente colocar o pé dentro de um destes canais, casará com alguém de Friburgo.

No final da tarde, o grande grupo Comenius (cerca de 70 pessoas de 7 países) foi recebido na Câmara Municipal de Friburgo pela Vereadora da Cultura e depois visitou o Mercado de natal de Friburgo, onde toda a gente, de acordo com a tradição local, bebe vinho quente.

À noite aconteceu o Sarau Comenius em que os alunos de todos os países formaram um coro e cantaram em francês e em alemão “Mon beau sapin” e «O Tannenbaum». Cada equipa apresentou um diaporama com as tradições de Natal do seu país e a equipa alemã organizou um krabbelsack, tradição alemã que consiste em colocar um pequeno presente num saco, durante o período do advento, sendo distribuído depois um presente a cada um dos presentes. Houve um buffet de Natal europeu em que cada escola trouxe especialidades de Natal do seu país. Foi um grande dia de trabalho, mas muito enriquecedor para todos!

No dia seguinte, os alunos visitaram empresas, nomeadamente a empresa Zahoransky, uma multinacional, e o laboratório Henry Schein onde se fazem próteses dentárias. À tarde, foi o almoço na cantina da escola e a segunda sessão de trabalho com a elaboração dos resumos das vistas efetuadas e a avaliação da sessão de trabalho na Alemanha. No final do dia, houve ainda tempo para uma visita à gráfica onde são impressos alguns jornais.

Na sexta-feira 14 de dezembro, a equipa Comenius visitou uma antiga fábrica de móveis que foi transformada em 1980 numa estrutura que alberga 25 pequenas empresas que têm por base o modelo ecologista. Existem, entre outras, uma gráfica e uma oficina de bicicletas em que cada um pode reparar a sua própria bicicleta mediante pagamento de 10 euros à hora. Este facto é importante dada a quantidade enorme de bicicletas em Friburgo, uma cidade verde, com pouquíssimos automóveis. Tem também um jardim de infância que serve os funcionários. Aqui os alunos fizeram também um atelier em que realizaram uma base de velas, a partir de latas de refrigerantes.

Da parte da tarde, toda a gente apanhou o comboio em direção à Floresta Negra “Schwarswald”, que deve este nome à escuridão provocada pela quantidade imensa de pinheiros que ofusca a luz. A tarde foi passada junto do Lago Titisee, à beira do qual se situa a aldeia típica Titisee-Neustadt. Típicos da Floresta Negra são os relógios de cucos e o bolo Floresta Negra. A paisagem era deslumbrante e a neve em grande quantidade fez as delícias de todos os alunos, que se envolveram em grandes brincadeiras e guerras de bolas de neve.

No sábado, 15 de dezembro foi o dia da partida duma semana que passou a voar. Na véspera, as despedidas tinham sido difíceis, com a equipa portuguesa a ser das mais sociáveis e requisitadas. No último sábado, a equipa portuguesa teve tempo então para passear descontraidamente em Friburgo, visitar o Mercado de Natal, as lojas, comprar alguns souvenirs e almoçar no mercado coberto. Depois de almoço, seguiu-se a viagem de autocarro até Basileia onde apanharam o avião até ao imenso aeroporto de Frankfurt, onde, após algum tempo de espera, outro voo se seguiu até Lisboa. A equipa portuguesa chegou por volta das 23h, cansada, mas muito bem disposta, como durante toda a viagem e, sobretudo, muito mais rica por aquilo que aprendeu, viu e partilhou.

Professora Irene Pereira

Ver Fotos 
 

Artigos Relacionados

A Esperança deve ser sempre a última a morrer… Por Francisco Mendes

Portal Alcanede

A Santa Casa da Misericórdia de Alcanede

Portal Alcanede

ELEITOR ESCLARECIDO VOTO DECIDIDO…

Portal Alcanede