5.7 C
Alcanede
Quarta-feira ,19 Janeiro, 2022
Artigos de Opinião

Educação, Instrução, Cultura

São três palavras completamente distintas mas que se interligadas, são muito importantes, senão vejamos a sua tradução:
1ª. – Educação – acto ou efeito de educar / aperfeiçoamento integral de todas a faculdades humanas; 2ª. – Instrução – educação literária e científica / conhecimentos adquiridos; 3ª. – Cultura – desenvolvimento intelectual / saber.

Tomando como base a tradução acima exposta, vamos então analisar como deverão ser adquiridas no sentido prático e lógico:

– A primeira (educação), será no seio da família e compete aos pais e ou encarregados de educação, podendo também haver ajuda dos professores respectivos;

– A segunda (Instrução), compete aos respectivos professores; embora uma ajuda dos pais também possa ser interessante;

– A terceira (cultura), será adquirida por vocação, depois de bem administradas a primeira e a segunda. Assim e acreditando no acima exposto, fica-nos mais fácil analisar quem serão os verdadeiros responsáveis pela educação dos adolescentes e jovens (homens de amanhã).

Provavelmente já todos nós alguma vez ouvimos dizer a alguns encarregados de educação a frase ” o rapaz (ou rapariga) está tão mal educado que… não sei o que anda a fazer na escola “!?… e esta ?!!!… Toda a matéria-prima necessita ser moldada para se obterem resultados úteis e quando nasce uma criança… estamos perante uma matéria-prima humana, por sinal das mais sublimes, que também carece ser moldada. Veja-se que até as árvores e arbustos podem ser educadas / moldadas (vemos exemplos práticos em alguns jardins).

Quando um dia nós, os responsáveis pelo planeta onde vivemos, formos todos capazes de assumir as responsabilidades individuais em pleno (o que não será fácil), então iremos ter uma sociedade mais justa, educada e respeitadora de tudo e de todos… vai ser maravilhoso!… Vai acabar o vandalismo e malfeitorias a bens públicos e privados. Vamos deixar de pensar que será necessário a construção de muros e portões para protecção do património, o qual poderá ficar mais exposto a quem o quiser utilizar ou simplesmente apreciar. – Se nessa altura o património histórico de Alcanede ainda existir… nomeadamente e entre outros, o Castelo e Igreja, então sim!… Poderemos ficar descansados.

Ainda a propósito de educação e respeito por si próprio e pelos outros, estou a lembrar-me de um comentário (no caso até fora de contexto) que alguém que penso não conhecer, fez a um artigo meu neste Portal, assim:

«”vou fazer um comentário porque é triste ninguém até agora se dedicar a tal. É assim: quando é que pensas fazer alguma coisa pela vila, sem andar só a mamar ?”». Veja-se só a indignação e a raiva demonstradas neste comentário. Não conheço que possa haver qualquer razão em qualquer criatura, para fazer um comentário desta natureza e como já referi, totalmente fora do contexto !… penso até que o comentador também não me conhecerá ou se equivocou !?… Não é meu hábito falar de ninguém nem tão pouco de mim!… pois foi assim que me moldaram. Porém agora, sinto necessidade de falar um pouco de mim, até para eu próprio também recordar e então… aí vai:

– A Casa do Povo de Alcanede adquiriu o terreno situado entre a Rua da Saudade e o Ribeiro, na sede de freguesia, tendo sido construído o pequeno pavilhão que serviu de sede ao Grupo Desportivo e, fez ainda todo o desaterro e terraplanagem do actual Campo de Futebol nos Bacelos, quando eu fui Presidente da sua Direcção; (mais tarde e no referido terreno adquirido, uma outra presidência, construiu o anterior Posto Médico recentemente substituído); com a extinção da Casa do Povo, todo este património foi integrado na Junta de Freguesia;

– Quando em 1975 foi aberta a estrada para o Castelo e a primeira fase da estrada que liga a EN 362 à Murteira, era eu o Presidente da Comissão Administrativa da Junta de Freguesia, posição que ocupei até final de 1976 (quando foram as primeiras eleições legislativas) e neste mesmo período foi feita a construção do 2º. Cemitério da freguesia, em Valverde e iniciado o processo reivindicativo para a construção das Tele-Escolas em Alcanede;

– O terreno onde está a garagem da Junta de Freguesia e o terreno onde está instalado o tão falado (e ainda bem) Parque Desportivo, foi adquirido quando eu fui Presidente da Junta de Freguesia, no período 1983 / 1985, altura em que também se tentou fazer alguma regulação à exploração de pedreiras e que produziu efeitos úteis imediatos, nas partes intervenientes;

– Estive na fundação da Cooperativa Agrícola, onde posteriormente também fui presidente da Direcção (lamento a sua extinção e confesso ter muita pena por isso);

– Estive mais do que uma vez na direcção da Sociedade Filarmónica

Alcanedense, onde também fui Presidente da Direcção;

– Tenho colaborado e colaboro a nível material, físico e financeiro, com instituições nomeadamente: Recreativas, Religiosas e Sociais (Bombeiros e

Santa Casa da Misericórdia).

Como é evidente estou apenas aqui a fazer alguns relatos !… pois todos não seria fácil.- No entanto cumpre-me e devo esclarecer que as milhares de horas por mim empregues nestes trabalhos e milhares de quilómetros feitos em viatura própria, foram feitos com muito gosto, de uma forma voluntária e TOTALMENTE GRATUITA. Sei que isto não é fácil entender por qualquer pessoa mas também sei que existem dois grupos de pessoas:
– As que fazem ou que seriam capazes de fazer como eu e, entendem perfeitamente; e as que não fazem e seriam incapazes de fazer e… é difícil entenderem.

Antes de terminar, quero deixar ainda mais uns reparos e até, porque não… desafios:
– É que para além do comentário acima referido e que me foi feito, o mesmo comentador e na mesma data (pois estaria inspirado), usando a sua inteligência e no final de mais um artigo de uma outra personagem e o qual com toda a certeza nada percebeu, escreveu o seguinte comentário apenas com duas palavras: « Vai trabalhar !!!».
Estou tentado a acreditar que esta criatura já tenha feito alguma coisa pela Vila de Alcanede… mas se fez… olhe desabafe… faça como eu agora fiz !… fale de si próprio… pois sempre será mais cómodo e menos prejudicial para os outros. Tenho esperança e acredito no contributo que este Portal possa dar à nossa comunidade mas, atenção… vamos todos pela positiva e nada pela negativa.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 343 vezes

Artigos Relacionados

ER 361- Circule com precaução. Buracos com Estrada; Já viu o Buraco em que se enfiou

Portal Alcanede

A morte e a vida

Portal Alcanede

Testemunhar o bom humor de Deus

Portal Alcanede