10.3 C
Alcanede
Terça-feira ,26 Outubro, 2021
Sociedade

Depósito do lixo doméstico e falta de manutenção do arruamento indigna moradores da rua do Vale do Carro de Cima

Os moradores da rua do Vale de Carro de Cima estão indignados com a falta de opções no que diz respeito ao depósito do lixo doméstico e à manutenção do arruamento. No total são 3 famílias de sete pessoas que diariamente se deslocam mais de 500 m para colocar os resíduos “num balde”.

O assunto que se arrasta há vários anos levou a moradora, Maria da Conceição, a queixar-se ao Portal de Alcanede, depois de o ter feito repetidas vezes na Junta de Freguesia que por sua vez encaminhou o assunto para a autarquia de Santarém.

“Há muitos anos, o meu falecido pai pediu à Junta e em seguida à Câmara Municipal de Santarém um contentor para o lixo, escusado será dizer que teve de o fazer repetidas vezes até que um dia lá o foram colocar, só que não o puseram ao lado das casas e um balde não nos serve para nada”, desabafou.

O portal de Alcanede apurou que a Câmara Municipal de Santarém que tutela a gestão dos resíduos conhece o problema, mas que tendo em atenção as característica do arruamento, não é possível a passagem de viaturas pesadas.

As condições de circulação na rua do Vale do Carro de Cima é também motivo de apreensão, “há bastante tempo que não é feita manutenção, não são tapados os buracos, não são arranjadas as valetas nem os arbustos cortados, conclusão, no inverno é um lamaçal e no verão um poeiral”, lamentou Maria da Conceição.

A junta de Freguesia de Alcanede diz que estão identificados os problemas do arruamento e que as obras serão uma realidade logo que a disponibilidade financeira o permita.

Artigos Relacionados

Covid-19: Movimento Maker Portugal apela ao apoio de todos para continuar a produzir gratuitamente viseiras de proteção

Portal Alcanede

Ex-concorrente dos ídolos anima Festival de Sopas de Alqueidão do Rei

Portal Alcanede

EDP promete solução para perigo iminente em Ribeira dos Moinhos

Paulo Coelho