8.9 C
Alcanede
Segunda-feira ,12 Abril, 2021
Entrevistas

Daniel Frazão: Conquista 2º lugar no concurso da RTP “Jovens Músicos 2009”

afrazãoO jovem Alcanedense Daniel Frazão ficou no passado dia 5 de Setembro, em 2º lugar no prestigiado concurso «Jovens Músicos 2009». A actuação neste concurso integrou-se na classe de música de Câmara – Nível Médio com o Trio Scherzando. O concurso é promovido anualmente pela RTP através da Antena 2, com o objectivo de descobrir novos talentos e promover os jovens intérpretes nacionais (ou residentes em Portugal) na área da música erudita.

Daniel Frazão esteve nas provas decisivas, que decorreram na Casa da Musica do Porto, depois de ter ultrapassado em Julho, as eliminatórias que tiveram lugar na Escola Superior de Musica de Lisboa. Aos 18 anos, o músico da Sociedade Filarmónica Alcanedense vê o seu empenho em prol da música, contemplado com este prémio de grande significado. O Concerto de Laureados terá lugar no dia 1 de Outubro – Dia Mundial da Música, com a Orquestra Gulbenkian dirigida pela Maestrina Joana Carneiro.

O Portal de Alcanede falou com Daniel Frazão sobre esta distinção:

Portal Alcanede (P A) – Tanto quanto sabemos, não houve 1º lugar. Ou seja, esta 2ª posição representa para ti o máximo que poderias desejar?

Daniel Frazão – Eu penso que a ambição de qualquer pessoa é sempre o 1º lugar, mas visto que este lugar não foi atribuído, é claro que fiquei muito contente com o 2º lugar. Este prémio teve também um “sabor” especial, porque foi o meu primeiro concurso.

P A – Tiveste a companhia de mais duas jovens?

Daniel Frazão – Sim, tive. Foi a Ana Beatriz Menezes na Trompa e a Marisa Silva no Piano. São duas colegas fabulosas e já com bastante experiência no mundo da música e dos concursos.

P A – Como é que surgiu a possibilidade de participares neste concurso?

Daniel Frazão – Esta possibilidade surgiu através do Professor de Música de Câmara do conservatório, o Professor Hélder Gonçalves. No início do ano lectivo transacto ele convidou-me para integrar este grupo de música de câmara e eu aceitei sem hesitar, pois ele referiu logo que o objectivo seria participar no Concurso Premio Jovens Músicos, que é um dos concursos mais importantes a nível Nacional.

P A – Há quanto tempo estás na Sociedade Filarmónica Alcanedense?

Daniel Frazão – Estou na Sociedade Filarmónica Alcanedense à oito anos.

P A – Até onde pretendes chegar no Mundo da música?

Daniel Frazão – Eu pretendo fazer da música a minha profissão. Pretendo para o próximo ano ou daqui a dois anos, entrar na Escola Superior de Música de Lisboa para fazer a Licenciatura em Clarinete. Irei também realizar para o próximo ano as provas de ingresso na Banda Sinfónica do Exército. Após ter terminado a Licenciatura em Clarinete irei ingressar no mercado de trabalho, como professor de Clarinete.

P A – Como é que vês este intercâmbio entre a filarmónica de Alcanede e o Conservatório Jaime Chavinha de Minde?

Daniel Frazão – Este intercâmbio é muito bom, pois dá aos jovens da banda a possibilidade de terem uma formação mais adequada e completa, e com perspectivas de futuro no mundo da música.

P A – Achas que este prémio atribuído pela RTP / Antena 2, vai trazer para ti mais responsabilidade?

Daniel Frazão – Sim, claro. É um prémio muito importante e de reconhecimento Nacional. Faz-nos ganhar maturidade e responsabilidade.

P A – Como é que os teus companheiros da Sociedade Filarmónica de Alcanede vêem esta tua distinção?

Daniel Frazão – Eles ficaram muito contentes com esta distinção porque foi a primeira vez que um músico da banda participou num concurso deste nível. Apoiaram-me sempre desde o primeiro minuto, e eu estou-lhes muito grato por isso.

P A – Daniel, o Portal de Alcanede deseja-te as maiores felicidades para ti, no campo pessoal e naturalmente, na tua carreira como músico da Sociedade Filarmónica de Alcanede…

Daniel Frazão – Obrigado. Agradeço também ao Portal de Alcanede por me ter proporcionado esta entrevista, e desejo-lhe também as maiores felicidades.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 650 vezes

Artigos Relacionados

Manuel Jacinto: “É com Carolice que as coisas vão andando para a frente”

Portal Alcanede

António Valente: “Um corpo de bombeiros voluntários nunca está sem comando”

Portal Alcanede

Eduardo Paixão: “Precisamos de mais pessoas a ajudar e a colaborar”

Portal Alcanede