17 C
Alcanede
Sexta-feira ,10 Abril, 2020
Alcanede Sociedade

Covid-19: Mensagem da Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede

A Santa Casa da Misericórdia de Alcanede, por iniciativa da Mesa Administrativa da instituição, lançou esta semana a edição experimental da CORDIS – Noticias da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede. A publicação, que pretende potenciar a comunicação com todos os que estão de alguma forma ligados à instituição, inclui nesta edição, para já apenas digital, uma mensagem da Provedora, Wanda Mendo, a qual divulgamos na íntegra.

Mensagem da Provedora

Para quem defende que o “primado das pessoas” deve sobrepor-se a tudo o resto, nesta nossa primeira edição é inevitável partilhar convosco as preocupações relativas ao momento que estamos a enfrentar, dar-Vos conta das ações de prevenção em curso, e transmitir-Vos que também nesta adversidade, iremos honrar com determinação o compromisso que assumimos.

Tendo a OMS declarado o estado de pandemia mundial, é nossa obrigação atuarmos preventivamente, na tentativa de mitigação da propagação do Coronavírus.

Num 1º momento, esta instituição implementou as orientações emanadas pela Direção Geral de Saúde “Prevenção e Controlo de Infeção por novo Coronavírus e Procedimentos de prevenção, controlo e vigilância em empresas (COVID-19) ”, elaborando o Plano de Contingência da SCMA.

O que é o COVID-19? Como se transmite? Quais os sintomas? Como devemos atuar na contenção de propagação deste vírus? O que devo fazer perante um caso suspeito na instituição ou fora dela? E perante um caso suspeito validado? Quem devo informar e contactar? Para onde e como devo encaminhar um utente ou colega com critérios compatíveis com a definição de caso suspeito? Há zonas de isolamento? Que produtos e equipamentos são disponibilizados na instituição para proteção dos utentes e colaboradores? Estas dúvidas e outras, foram esclarecidas nas várias sessões de formação e esclarecimento realizadas com as várias equipas na instituição e utentes.

Num segundo momento, foi comunicado aos utentes e familiares que as visitas à instituição seriam reduzidas, encontrando-se atualmente suspensas; suspensas, foram também as atividades socioculturais internas e externas, reuniões com pessoas externas à organização, reagendadas consultas e atos clínicos não urgentes dos utentes, e outras medidas de proteção, por exemplo, com os fornecedores.

Também ao abrigo do DL nº 10-A/2020, de 13 de março, foi encerrado o nosso serviço de Centro de Dia, mantendo-se o acompanhamento destes utentes, em articulação com a família, relativo à alimentação, conforto e higiene ou medicação.

Este Plano de Contingência está em constante atualização e adaptação, quanto a ações em curso, sensibilização, esclarecimento, cenários de impacto, higienização, entre outras, sempre no cumprimento das orientações recebidas pelas entidades competentes. Não sabemos como irá evoluir esta pandemia, mas tudo faremos para minimizar os danos, acautelando sempre a saúde e bem-estar dos nossos utentes e colaboradores.

Sabemos que algumas das medidas agora implementadas terão também impacto emocional nos nossos utentes, impossibilitados de receber visitas familiares. Por isso, e para além dos telefones habituais, disponibilizámos o número 969772022, que pode ser usado entre as 14 e as 18h, possibilitando a realização de videochamadas via Messenger.

A todos pedimos colaboração quanto às medidas que restringem os contactos com a Santa Casa, solicitando ainda, o especial pedido de utilizarem preferencialmente os meios de pagamento da banca eletrónica, esperando que esta situação não perdure no tempo, e que em breve possamos todos voltar à normalidade.

Muito obrigada a todos pela V/ compreensão,

Contamos convosco,

Wanda Mendo

Fonte: CORDIS – Noticias da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede

Nota do Portal de Alcanede

Sobre a CORDIS tencionamos realizar, em tempo oportuno, uma noticia desenvolvida sobre os objetivos que a publicação, que poderá ter uma periodicidade trimestral e, além de digital, também em papel, em que divulgaremos as principais linhas orientadoras do projeto da Santa Casa da Misericórdia de Alcanede.


Artigos Relacionados

EN 362 – A «estrada de ninguém» tem buracos de 50 cm na Aldeia da Ribeira

Carlos Coelho

Jovens de Murteira e Barreirinhas unem-se em prol do regresso da festa de São Vicente

Portal Alcanede

Câmara de Santarém recebeu comitiva do projeto Comenius que visitou Alcanede

Paulo Coelho