16.3 C
Alcanede
Domingo ,11 Abril, 2021
Artigos de Opinião

Convenção dos Direitos da Criança

No passado dia 20 de Novembro celebraram-se 20 anos da Convenção dos Direitos da Criança. Este é o Tratado mais ratificado da História, o qual procura dar voz a quem ainda não pode defender-se: as crianças. Quando se trata destas questões de comemorações todos somos unânimes e muito prontos em estar de acordo com a importância desta Convenção. Mas no dia-a-dia dos países, será que está presente a defesa do futuro da humanidade?

“Todos os Homens um dia foram crianças…….mas bem poucos se lembram disso!”

Reflectindo na frase anterior: Será que foram? Nem todos; não estamos a dar oportunidade a todas as crianças de o serem na verdadeira acepção da palavra.

A criança é um ser com uma individualidade própria que deve ser respeitada por si, ouvida, acarinhada e protegida pelos adultos.

A sua fragilidade deve inspirar cuidados de protecção por parte dos que a rodeiam. As suas necessidades devem ser respeitadas, devendo estar atentos e ter a sensibilidade de perceber o que, mesmo na ausência de manifestação verbal, o seu olhar, a sua linguagem corporal nos manifestam… e, por vezes, vê-se tanto sofrimento!

São o nosso bem mais precioso e ainda assim não cuidamos dele como devemos…

O tempo passa tão depressa e por falta de cuidados, amor, carinho e atenção, podem tornar-se em adultos mal preparados para a vida, agressivos e pouco responsáveis; mas aí somos os primeiros a apontar o dedo em acusação e em crítica negativa, não nos lembrando já, do nosso falhanço enquanto educadores. E assim se entra num círculo vicioso tão frequente: criança vitimizada/adulto agressor/novas crianças agredidas.

Vamos quebrar este ciclo; vamos aprender a educar; vamos conversar pelas, e com as nossas crianças.

Neste ano em que se comemoram 20 anos sobre a assinatura da Convenção dos Direitos da Criança, participemos nas várias iniciativas que vão ter lugar ao longo do ano, culminando no dia 1 de Junho, e que serão organizadas por várias Instituições do Concelho, tais como Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, Associações de Pais, Escola Superior de Saúde de Santarém, Agrupamento de Escolas de Alcanede, com a finalidade de, em conjunto, reflectirmos e aprendermos a ser membros ainda mais responsáveis na Comunidade onde estamos inseridos.

Tudo isto para que um dia possamos dizer: “Todos os Homens um dia foram crianças e…todos se lembram disso.

NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 178 vezes

Artigos Relacionados

A Reforma do Poder Local

Portal Alcanede

Reabertura do Portal Alcanede

Portal Alcanede

Memórias – Na Banca em Alcanede – Os amigos e o toque do sino

Portal Alcanede