21.7 C
Alcanede
Sábado ,6 Junho, 2020
Economia

Cenário da ExpoAlcanede deverá mudar radicalmente nos próximos 2 anos

O cenário da ExpoAlcanede deverá mudar radicalmente nos próximos dois anos. A convicção é do presidente da câmara de Santarém, tendo em conta os investimentos previstos para a zona do campo da feira, junto ao parque desportivo, onde se realiza atualmente a mostra empresarial e gastronómica da região de Alcanede.

“Não será uma expo igual porque, em fevereiro do próximo ano, já estará em construção o pavilhão desportivo. Espero, também, que no final de 2020 ou no início de 2021 comecem os trabalhos de edificação do pavilhão multiusos”, disse ao Portal de Alcanede, Ricardo Gonçalves.

O certame, que terminou no passado dia 22 de setembro, foi elogiado pelo autarca, “vai ao encontro daquilo que é a zona norte do concelho do ponto de vista do desenvolvimento económico com índices muito relevantes no distrito de Santarém”.

Este ano, o evento contou com a representação de 51 empresas que ocuparam 69 stands, 9 dos quais exteriores.

“O balanço foi muito positivo”, referiu ao Portal de Alcanede, Manuel Joaquim Vieira.

O presidente da junta de freguesia de Alcanede destacou a visita efetuada à zona das pedreiras do vale da Relvinha, “onde se situa a pedreira do Grupo Frazão e à britadeira onde fomos excecionalmente recebidos pelo seu gerente, António Frazão, a quem agradecemos a sua disponibilidade”, referiu.

A edição deste ano da Expo ficou ainda marcada pelo 2º Concurso “Alcanede Doce” , que teve a participação de 7 instituições, saindo vencedor o doce “Red Velvet” da Banda do Xartinho.


Artigos Relacionados

Alcanede recebe visita de Embaixador Chinês

Paulo Coelho

Sistema de Gestão da Qualidade e Ambiente Certificado na Fravizel

Carlos Coelho

Pastelaria “O Estaladiço” em Alcanede reabre com nova gerência

Paulo Coelho