10.3 C
Alcanede
Quinta-feira ,2 Dezembro, 2021
Sociedade

B.V.Pernes rejeitam responsabilidade no atraso das transferências de verbas para os Voluntários de Alcanede

A Associação dos Bombeiros Voluntários de Pernes refuta responsabilidades diretas no valor em divida para com a sua congénere de Alcanede. Em declarações ao Portal, Henrique Jorge Belino, diz que o que o devedor, de verbas referentes ao ano de 2011, é o Hospital de Santarém.
A afirmação surge na sequência das declarações do Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcanede, António Batista, que referiu esta semana à comunicação social que a corporação de Pernes está em falta para com a instituição Alcanedense em cerca de 15 mil euros.

Henrique Belino lembra que “a dívida aos Bombeiros Voluntários de Alcanede não é desta Associação mas sim do Hospital Distrital de Santarém”, realçando que é necessário “esclarecer que não é uma dívida exclusiva aos B. V. Alcanede, mas sim a todas as Associações que prestam serviço àquele hospital, onde se incluem, similarmente, os Bombeiros de Pernes”, disse.

O Presidente dos Voluntários de Pernes informa que, “mensalmente foram enviadas 2 faturas ao Hospital das 24 do ano de 2011”, e que neste momento “estão 7 faturas em dívida, cabendo aos B.V. de Alcanede a importância de 4.105.96€”.

O dirigente da corporação de Pernes responde ao Presidente dos Bombeiros de Alcanede, dizendo que António Batista, “sabe que há efetivamente, por parte do Ministério de Saúde, atraso na transferência de verbas referentes a 2011 ao Hospital de Santarém”, o que determina, a “não liquidação de algumas faturas”, afirma.

Em relação aos valores deste ano, Henrique Belino salienta que o mês de Janeiro de 2013 “está pago e os restantes ainda não venceram, pois o pagamento, conforme protocolo, é de 90 dias após a entrega”, o que se verifica “ao dia 15 do mês seguinte à realização dos serviços”, pelo que nesta altura os Bombeiros de Alcanede têm “a receber 8.414.10€, mas sendo que Maio ainda não terminou logo não foi faturado”.

O Presidente da Associação dos Bombeiros Voluntários de Pernes dá conta da realização de várias reuniões com o Hospital de Santarém, sendo que a última informação concedida é de que, “durante o mês de Junho é expectável rececionar verbas para o pagamento referente a 2011”, esclarece.

 A finalizar, Henrique Jorge Belino, lembra que a corporação de Pernes também está a passar por dificuldades “face à atual conjuntura”, e que perante a situação atual, “procuramos diariamente contrariar a adversidade através de muito trabalho e rigorosos princípios de gestão”, afirmando que a instituição por si presidida, “é séria e nunca se apropriou, ou apropriará, de dinheiro de outros pelo que somente reivindica respeito”, disse.

Artigos Relacionados

Criatividade saiu à rua nas fogaças da festa de Alcanede

Carlos Coelho

JF Alcanede e Federação das Coletividades do Distrito organizam Sessão de Esclarecimento

Paulo Coelho

Romaria ao cemitério de Alcanede

Paulo Coelho