15 C
Alcanede
Terça-feira ,30 Novembro, 2021
Cultura

Banda do Xartinho assinalou 69 anos de existência

As lembranças, os troféus e as fotografias expostas no pequeno museu da Banda Filarmónica do Xartinho são o testemunho de uma história com 69 anos de idade que orgulhosamente a atual direção da Sociedade Musical e Recreativa do Xartinho (SMRX) tem prazer em partilhar.

Ali, é como se houvesse música, mesmo sem a emissão de qualquer som, a não ser os relatos de antigos músicos que contam histórias como se o tempo voltasse para trás. Mas, mais que um repositório de memórias passadas e recentes, aquele espaço também pode ser futuro. Em dia de aniversário o Maestro Pedro Andrade sonha com uma prenda se calhar difícil de realizar, “gostaria de ter 100 alunos na escola de música, era uma excelente prenda”, para os aniversários que decerto ainda estão por assinalar.

Mas os desejos esbarram na realidade presente, o espelho das dificuldades que algumas filarmónicas e coletividades se deparam. O anúncio foi dado com embargo na voz perante a plateia entusiasta que se preparava para ouvir a atuação da banda anfitriã e a convidada. Afinal a Banda Filarmónica do Entroncamento “deu o dito por não dito”, e em última hora entendeu não arriscar a vinda ao aniversário da Banda do Xartinho. Para o Maestro Pedro Andrade a razão é preocupante, “é o reflexo das dificuldades que vivemos hoje em dia, porque é um fenómeno que pode acontecer connosco, num agrupamento de 20 elementos em que faltem 4 ou 5 não dá para realizar o serviço, como aparentemente foi o caso”, disse.

A contrariar a tendência, os responsáveis da Banda Filarmónica do Xartinho optam por um discurso de rumar contra as adversidades, “o significado deste aniversário é a continuidade do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido há 69 anos, é precisamente isso que está a acontecer e está demonstrado. Temos 37 elementos músicos fabricados na nossa casa, estamos a trabalhar”, disse ao Portal de Alcanede o presidente da direção da SRMX, Manuel Gaspar.

O André e a Ana acabaram por ser os grandes protagonistas do aniversário da SMRX, perante o olhar embevecido dos pais que emotivamente abraçaram os seu filhos e lhes conferiram, simbolicamente, o estatuto de jovens músicos prontos para tocar na Banda principal, “a luta tem que ser diária, temos que continuar sempre a batalhar pelo objetivo de formar e dar educação musical. O fruto é a música que a gente toca”, referiu o Maestro Pedro Andrade.

Nas cerimónias oficiais deste aniversário da Banda Filarmónica do Xartinho foram entregues lembranças à Sociedade Filarmónica Alcanedense, Rancho Folclórico de Viegas, Junta de Freguesia de Alcanede e Câmara Municipal de Santarém que se fez representar pelo vereador António Valente.

As comemorações dos 69 anos de existência da Banda Filarmónica do Xartinho incluíram também a receção de toda a comitiva no Largo da Junta de Freguesia, um desfile pelas ruas de Alcanede e uma homenagem aos músicos e dirigentes falecidos, tendo terminado com um jantar convívio nas instalações da EB23 de Alcanede.

Ver Fotos

Artigos Relacionados

Luís Duarte Melo lança livro Santa Casa da Misericórdia de Alcanede – Memória e Identidade

Portal Alcanede

Alcanede recebe exposição histórica até 7 de março

Paulo Coelho

Banda do Xartinho assinala 75 anos de vida nos dias 20 e 27 de julho

Portal Alcanede