17.1 C
Alcanede
Sábado ,16 Outubro, 2021
Alcanede

Anúncio de abate de árvores “protegidas” na EN 362 provoca descontentamento | Portal Alcanede

A Infraestruturas de Portugal anunciou recentemente que ao longo da EN 362, que liga a freguesia de Alcanede a Santarém, vão iniciar-se “trabalhos de limpeza da carga combustível numa faixa lateral… até 10 metros do limite da faixa de rodagem” e que, nesse sentido, serão abatidas ao longo do troço, entre os kms 31 e 51, todas as árvores (sobreiros, azinheiras e carvalhos) existentes.

O aviso publicado pela empresa, no passado dia 21 de setembro de 2021, ao que o Portal de Alcanede conseguiu apurar, tem motivado o desagrado de muitos cidadãos residentes no referido troço e de utilizadores da EN 362, “são largas dezenas de árvores”, dizem num documento enviado ao Portal.

Segundo a informação que recebemos, de entre todas as árvores, merecem especial destaque “as azinheiras isoladas existentes no talude da estrada, confinante com vinha, em Outeiro de Alfazema”, que pela sua idade e portes “PAP superiores a 2 metros, raridade (porventura das maiores azinheiras da região, contemporâneas da abertura da estrada) e excelente estado sanitário que aparentam”, e os carvalhos “dispersos ao longo da estrada nas imediações de Outeiro de Alfazema, confinantes com terrenos agrícolas e habitações”, citamos.

Quem está contra a decisão da Infraestruturas de Portugal, vai mais longe e indica que as árvores em causa são “maioritariamente protegidas por lei”, e que se tal vier a ocorrer, “configurará, pelo seu valor ecológico e paisagístico, um grave e irreparável atentado ao património natural local, levado a cabo por entidades públicas, com a conivência daqueles que deveriam contribuir para a sua preservação e valorização”, afirmam.

O documento que o Portal de Alcanede recebeu, indica ainda que a legislação invocada pela empresa pública para esta ação se aplica a áreas florestais, “o que não é o caso de grande parte do troço de estrada em causa, e de a maioria das árvores marcadas serem espécimes isolados, não integrando qualquer povoamento florestal”, referem.

É previsível que o ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas) tenha dado à Infraestruturas de Portugal parecer favorável ao abate dos sobreiros, azinheiras e carvalhos no referido troco da EN 362, no entanto, o Portal de Alcanede pediu, no passado dia 24 de setembro de 2021, um pedido de esclarecimento sobre o assunto ao Diretor Operacional Centro Sul da Infraestruturas de Portugal S.A, Pedro Inácio, sem resposta até ao momento desta publicação.

Artigos Relacionados

Covid-19: Subiram para 3 as mortes registadas no Concelho de Santarém

Portal Alcanede

CD dos Baldios de Valverde, Pé da Pedreira, Barreirinhas e Murteira distribui voucher de um bacalhau por família

Portal Alcanede

Opinião de Paulo Coelho: Águas de Santarém ignora pedido de esclarecimento sobre falta de água no Bairro dos Murtais

Portal Alcanede