12.6 C
Alcanede
Sábado ,24 Fevereiro, 2024
IPSSSociedade

SCMA entregou certificados a beneficiários do projeto vencedor BPI Fundação “la caixa” – Movimento Re-fresh

A Santa Casa da Misericórdia de Alcanede (SCMA), no âmbito do projeto vencedor BPI Fundação “la caixa” – Movimento Re-fresh, entregou no sábado, 18 de março de 2023, os certificados de participação aos beneficiários e entidades parceiras envolvidas na iniciativa. O projeto em causa, que contou com diversas atividades ao longo dos últimos 12 meses, culminou nas instalações do Meio Country House, em Alcanede.

A Provedora da Santa Casa recordou que a ideia da candidatura ao referido projeto “surgiu em 2020, em plena pandemia Covid-19, quando a maioria das pessoas estavam fechadas em casa”, e que a instituição “nunca deixou de apoiar os seus utentes nas suas casas. Nessa altura, ficou mais evidente a dificuldade que alguns tinham em relação às que estavam fechadas em casa”, disse Wanda Mendo.

Segundo a Provedora da SCMA, “hoje em dia fala-se muito das assimetrias territoriais, mas muita coisa ainda é necessária fazer”, nomeadamente ao nível da internet, “uma ferramenta que é para a maioria de nós algo adquirido, mas em muitas zonas da nossa região nem sequer internet existe e, como tal, a ideia deste projeto surgiu nessa altura”, indicou.

Com o projeto Fundação “la caixa” – Movimento Re-fresh, a Santa Casa de Alcanede foi contemplada com uma viatura elétrica, “porque o objetivo passava por arranjar forma de deslocação junto das pessoas que estavam mais distantes”, o que deu origem “a que fizéssemos, também, um equipamento que nos permitiu equipar o carro com internet móvel e, assim, ser possível ir a locais onde não havia esta tecnologia. A maioria das pessoas, pela primeira vez, teve assim contacto com a internet”, esclareceu Wanda Mendo.

O projeto tinha como objetivo inicial chegar aos 30 beneficiários, “atingimos 32 beneficiários diretos, mas permitiu igualmente envolver mais de 130 beneficiários indiretos”, esclarecendo que “os diretos tinham de cumprir determinados parâmetros”, dando exemplo, “uma pessoa que não tivesse 65 anos já não contava para beneficiário direto, mas sim indireto”, informou a Provedora à plateia presente no Meio Country House.

Catarina Reis, por seu turno, agradeceu a todos os que “acolheram o projeto desde a primeira hora e que abriram as portas de forma tão amigável”. Segundo a Coordenadora do projeto, “desde o primeiro dia que todas as associações e instituições com quem partilhámos a nossa ideia, disseram sim, avancem, é possível e nós estamos cá para vos ajudar”. Agradecimentos extensivos à Paróquia de Alcanede, “que nos ajudou também no desenvolvimento da própria candidatura, em particular ao Pe. Vicente, e aos amigos prováveis que nos ajudaram no desenvolvimento da atividade”, nomeadamente a Daniela Antunes, Miriam Frazão, Maria Aires, Sandro Cordeiro e o Rodrigo Soares, “jovens da nossa Paróquia”, enalteceu.

Visivelmente emocionada, Patrícia Ramos, o principal rosto deste projeto junto de todos os beneficiários, lembrou que a iniciativa que agora chegou ao fim, “teve a participação de utentes da Santa Casa de Alcanede, de Aldeia de Além, Pé da Pedreira com os utentes do Centro de Dia da Serra do Alecrim, Casais da Charneca e da Gançaria”, disse.

O trabalho desenvolvido por Patrícia Ramos foi elogiado por todos, nomeadamente pela Diretora Técnica do Centro Social da Serra do Alecrim, “teve uma dedicação singular e todos eles (utentes) neste momento nutrem um afeto verdadeiro por ela”, disse Carmen Duarte. “Abraçámos o projeto porque acreditámos no seu objetivo geral, que trabalha as representações sociais que existem do idoso e que é imperativo trabalhar hoje em dia, demonstrar que a idade não tira competências, pelo contrário, pode acrescer”, referiu. Com o trabalho desenvolvido por Patrícia Ramos, “os nossos utentes aumentaram a sua autoestima, a sua saúde psicológica e física”, afirmou.

Além da entrega dos certificados aos beneficiários do projeto vencedor Fundação “la caixa” – Movimento Re-fresh, as atividades incluíram uma caminhada, rastreios de saúde promovidos pela Farmácia Apolinário, um Showcooking por Isabel Zibaia Rafael e um lanche convívio.

Na sua alocução, Wanda Mendo agradeceu também os contributos para o sucesso desta iniciativa à GNR de Santarém, Bombeiros Voluntários de Alcanede, Psicóloga Daniela Marcão, Médica Fernanda Sequeira, Clínica Passo a Passo Fisioterapia, Farmácia Apolinário, e de várias pessoas que, pontualmente, marcaram presença nas atividades, como o fadista Vítor Cordeiro, Lina Coelho, Casimira Frazão e Telma Mateus.

Agradecimentos extensivos ao Município de Santarém, Junta de Freguesia de Alcanede, Ginásio Gladmaster Gym, Adorior Assessoria Económica, Banco BPI, Portal de Alcanede, Isabel Zibaia Rafael e ao Meio Country House.

Artigos Relacionados

Freguesia de Alcanede – O Ano 2019 em Revista

Portal Alcanede

Passo a Passo inaugura Clínica de Fisioterapia em Alcanede com várias atividades dia 11 fevereiro

Portal Alcanede

“Eu Sou Matriz” – Associação de caçadores promove almoço de angariação de fundos

Carlos Coelho