11.7 C
Alcanede
Quinta-feira ,22 Fevereiro, 2024
Religião

Mensagem de Natal 2022 de D. José Traquina, Bispo de Santarém

Cuidar da obra de arte de Deus

Caros diocesanos

A celebração do Natal acontece este ano em tempo de especiais preocupações. Entre todas, a guerra na Ucrânia sobressai como um pesadelo e uma perturbação para quem se imaginava numa sociedade desenvolvida; o seu efeito negativo atingiu o mundo, a começar pelos ucranianos e chegou até nós com apelos de solidariedade e agravamento da vida económica das pessoas, famílias, empresas e instituições. De outras preocupações, salientamos os sinais de degradação social na qualidade dos relacionamentos entre pessoas, pequenas guerras onde não falta o ódio que mata.

Podemos não conseguir mudar o mundo à nossa volta, mas temos possibilidade de mudar o mundo que existe dentro de nós. É bom desejar que a vitória de Deus aconteça nas nossas vidas, vitória sobre a força do mal que seduz e conduz a pessoa humana aos desejos mais soberbos e egoístas, e façamos as correções que tivermos de fazer.

“O povo que andava nas trevas viu uma grande luz” (Is 9,2). Esta palavra do profeta Isaías é um apelo a que avancemos no sentido da Luz. Assim, por ocasião desta celebração do Natal, cuidemos de desenvolver o bem que Deus já semeou em nossas vidas e cultivemos um relacionamento com verdade, como sinal do Amor que Deus tem por cada pessoa humana, seja qual for a sua idade, saúde, nacionalidade ou situação social.

Diante do Menino do presépio contemplemos como Deus assumiu a nossa natureza, rebaixou-se para valorizar a pessoa humana, a sua obra de arte, a mais distinta de todas as criaturas. Maria e José representam toda a cooperação humana no desígnio de justiça e de paz para a humanidade e lembram-nos que toda a pessoa humana é frágil e carece de proteção e cuidados.

Celebrar o Natal é uma oportunidade para renovar o nosso propósito positivo de colaborar com bondade e esperança na edificação da vida humana em sociedade, assumindo o projeto de reino de amor, justiça e paz.

“Eu vim ao mundo como luz, para que todo o que crê em mim não fique nas trevas” (Jo 12,46). Ao celebrar o Natal do Senhor, a Igreja promove os sinais da sua presença e renova a missão de ser testemunha da Luz que lhe foi confiada. Na nossa Diocese, neste tempo de Natal, exatamente no Domingo da Solenidade da Epifania, 8 de janeiro (16.00H), teremos em Santarém a Ordenação de Diácono dos nossos seminaristas Dionísio Leite e Magney Silveira. Fica o convite para a Ordenação e o pedido de oração para que seja um momento especial de graça para os candidatos e para o povo de Deus da nossa Diocese, em contexto da celebração natalícia da manifestação de Jesus aos Magos do oriente.

Que a celebração do Natal seja para todos um tempo de graça, salientando os jovens que têm na Virgem Maria a referência para se prepararem para a Jornada Mundial da Juventude 2023; os que, por estes dias, trabalham mais que o habitual para que outros tenham festa e para os mais idosos e doentes. O Evangelho da infância de Jesus revela-nos que a Bênção da sua vinda é para todos.

Grato pelo largo testemunho de dedicação pastoral que tenho recebido de padres, diáconos e muitos irmãos e irmãs na nossa Diocese, também dos jovens, em comunhão de oração, rogo para todos a Bênção de Deus com votos de Santo Natal.

+ José Traquina Bispo de Santarém

Foto: Diocese de Santarém

Artigos Relacionados

D. José Traquina é o novo bispo de Santarém

Carlos Coelho

Símbolos da JMJ chegam este dia 28 de junho a Alcanede

Portal Alcanede

Festa da mensagem em Valverde

Paulo Coelho