8.4 C
Alcanede
Quarta-feira ,28 Fevereiro, 2024
CulturaSociedade

Luís Duarte Melo apresenta publicamente esta 5ª Feira o livro Crónica da Igreja de Alcanede

A apresentação do livro “Crónica da Igreja de Alcanede”, da autoria de Luís Duarte Melo, vai acontecer esta quinta-feira, 8 de dezembro de 2022, pelas 16 horas, na sala multiusos do Parque de Jogos de Alcanede. O autor apresentará a obra, seguindo-se um painel de debate sobre assuntos da atualidade cultural da freguesia e alocução de entidades institucionais. A cerimónia contará ainda com momentos musicais, venda e sessão de autógrafos do investigador Alcanedense.

Esta apresentação será a primeira de duas, já que o autor fará também o lançamento do livro em Santarém, no dia 10 de dezembro, pelas 16h45, na Sé Catedral de Santarém onde, para além das alocuções institucionais, a sessão contará com as presenças de Maria Antónia Athayde Amaral e da Sociedade Filarmónica Alcanedense que dará um concerto integrado na cerimónia.

Entrevista concedida ao Portal de Alcanede por Luís Duarte Melo e Pe. António Vicente

Na génese desta obra esteve a ideia de inventariar e valorizar o património artístico-religioso da freguesia de Alcanede e o desejo do autor em contribuir para os trabalhos de reabilitação da sua igreja-mãe, numa altura em que a paróquia promovia a campanha Eu Sou Matriz para os financiar.

Da igreja, na sua aceção de edifício, a investigação alargou-se ao seu significado mais amplo de conjunto de moradores de uma circunscrição territorial, ligados pelo cristianismo e reunidos em torno de um templo sob liderança de um presbítero local.

Quanto à geografia, é abordada a questão da organização do território no período fundacional: uma administração temporal única sediada em Alcanede, mas dividida quanto aos senhorios eclesiásticos das igrejas de Alcanede e de Pernes. De resto, segue-se como critério geral a organização eclesiástica coeva aos acontecimentos narrados, mesmo se reportados a localidades que, mais tarde, deixaram de estar sob a alçada da Matriz de Alcanede, caso das freguesias das Alcobertas, Fráguas, Abrã e Gançaria.

A informação agora publicada evidencia a centralidade da igreja matriz e das ermidas dos lugares como agregadores históricos das respetivas comunidades, aproximando-nos do melhor conhecimento das vivências das populações na sua permanente busca de sentido ao longo do tempo. É por isso traçado o perfil religioso de cada um dos lugares do antigo distrito da Matriz, por meio da sua ermida e do seu orago, com ênfase nos que integram atualmente a freguesia de Alcanede: Aldeia de Além, Aldeia da Ribeira, Alqueidão do Mato, Alqueidão do Rei, Espinheira, Mata do Rei, Mosteiros, Murteira, Prado, Vale da Trave, Vale do Carro, Valverde, Viegas e Xartinho.

A obra foi dividida em períodos temporais, cada um marcado por desígnios distintos.

Os capítulos foram estruturados por assuntos, contextualizados no plano mais vasto da história nacional e local.

Brumas da História aborda, brevemente, crenças e práticas pré-cristãs, assim como o processo de afirmação crescente do cristianismo, realidades pouco conhecidas, mas fundamentais para a compreensão da evolução religiosa do país.

Fundação e Consolidação trata o período que medeia a fundação da vila de Alcanede e o termo da época medieval, com enfase na organização eclesiástica deste território e nas estratégias seguidas pelos principais atores para consolidar a sua influência.

Trento e Modernidade aborda a evolução do Priorado de Alcanede durante o Antigo Regime, sob a liderança da Ordem de Avis.

Revolução, Liberalismo e Laicização cobre o período da Invasão Francesa, Liberalismo, Monarquia Constitucional e Primeira República.

Pacificação e Recristianização é dedicada à evolução religiosa da freguesia entre a Revolução de 1926 e o Concilio Vaticano II.

Renovação e Comunidade aborda algumas mudanças verificadas a partir da década de 1960, resumindo as dinâmicas da paróquia até à atualidade.

Homens da Paróquia recorda alguns dos que serviram a freguesia no domínio eclesiástico.

Sobre o autor:

Luís Duarte Melo nasceu em 1963. Alcanedense, licenciado em Engenharia Agrícola, Pós-Licenciado em Economia Europeia e Master in Business Administration, tem dedicado a sua vida profissional à gestão de empresas.

Desde o ano 2000 que investiga a história da região de Alcanede, sendo co-autor da Nova Monografia de Alcanede. É autor de Santa Casa da Misericórdia de Alcanede -Memória e Identidade e de A. Montez, Um Percurso Secular.

É membro do Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão.

Artigos Relacionados

Covid-19: Medidas adicionais de prevenção levam Junta de Freguesia a encerrar cemitérios

Portal Alcanede

A TERRA TREME – ANEPC promove Exercício Público de Sensibilização para o Risco Sísmico

Portal Alcanede

Mata do Rei em festa de 22 a 25 de junho de 2012

Paulo Coelho