22.1 C
Alcanede
Terça-feira ,9 Agosto, 2022
Sociedade

Da ilusão à desilusão – Núcleo Sportinguista da Serra de Aire e Candeeiros sem pernas para andar

Caiu por terra a vontade de fazer nascer, em Valverde, a sede do Núcleo Sportinguista da Serra de Aire e Candeeiros. Os primeiros passos foram dados no passado mês de fevereiro, mas após quatro meses desde o ato simbólico, a vontade não passou disso mesmo, segundo disse ao Portal de Alcanede, Fernando Alves, mentor da iniciativa.

Não sei o que se passou! Fiquei tão entusiasmado no primeiro dia em que reunimos para dar início ao projeto, mas a verdade é que passado pouco tempo, quando foi necessário dar a cara, poucos apareceram”, disse.

Conscientes de que a criação de um núcleo, feito de raiz, não era realmente uma tarefa fácil, contactos realizados posteriormente levaram a que o Núcleo Sportinguista da Batalha visse com bons olhos a criação de uma delegação em Valverde, “nem sequer eram precisos órgãos sociais, porque a Batalha ficaria com essa responsabilidade”, esclareceu Fernando Alves.

Para que o projeto vingasse “eram necessárias só 4 ou 5 pessoas para representarem a delegação, mas apenas apareceram dois elementos numa reunião e, na segunda tentativa, apenas mais uma pessoa!”, desabafou o entusiasta do potencial Núcleo Sportinguista da Serra de Aire e Candeeiros.

Para Fernando Alves é uma mágoa que fica, “não sei se terá sido por eu ser o dono do espaço onde ficaria a sede do núcleo/delegação” questionou, “imagino que algumas pessoas tenham pensado que haveria outro aproveitamento, mas não havia mais nada”, a vontade resumia-se a criar condições para os Sportinguistas da freguesia de Alcanede e não só, “apenas gostaria que o meu nome ficasse ligado à criação do primeiro núcleo do Sporting da Serra de Aire e Candeeiros”, afirmou ao Portal de Alcanede.

Resignado com o desfecho da sua intenção inicial, Fernando Alves fez questão de agradecer “ao Carlos (da Muniauto), que foi o primeiro a manifestar o seu total apoio a esta ideia, ao Ricardo Filipe (da Filstone) e ao Orlando”, lamentando que “mais pessoas não tivessem percebido a real importância deste projeto!”, disse.

Artigos Relacionados

SFA – 2ª Edição da festa das sopas a 23 de outubro

Carlos Coelho

Populações de Valverde e Pé da Pedreira indignadas com a empresa Águas de Santarém

Paulo Coelho

Festa de Alcanede 2012 quase nas “despedidas”

Paulo Coelho