21.4 C
Alcanede
Quarta-feira ,12 Junho, 2024
ColetividadesSociedade

Associação Cultural dos Mosteiros luta para novamente se reerguer

A Associação Cultural Desportiva e Recreativa Mosteirense (ACDRM), após 10 anos de completa inatividade, quer reerguer-se definitivamente no associativismo da freguesia de Alcanede. Cientes das dificuldades, há cerca de um ano e meio, um grupo de amigos juntou-se para formar um novo corpo diretivo e assim darem continuidade às tradições dos mosteirenses, sempre com um olhar muito profundo para a sede da coletividade.

A tarefa não é fácil, mas com apoio é totalmente possível, “os poucos que temos nos Mosteiros e arredores colaboram bem, a população ajuda” disse ao Portal de Alcanede o Presidente da Assembleia-Geral da ACDRM. António Ferreira admite que tem sido complicado, mas acredita que existem “pernas para andar” e que o trabalho reiniciado terá futuro.

Apesar de parada durante uma década, a Associação acabou por acumular uma divida de cerca de “6000€ de IMI às finanças” inerentes ao espaço que lhe pertence, mas que nesta fase o diálogo para solucionar a questão está em marcha, “neste momento estamos a negociar com as finanças pagar o que a Associação deve em prestações”, daí que na próxima 4ª feira, 2 de março, “vamos ter uma reunião. Não sei se haverá possibilidade de ser por dois anos, por cinco, veremos” disse.

A descoberta do valor em divida surgiu quando a atual direção verificou que “chovia aqui dentro como na rua”, eliminando uma caleira que estava a dar problemas e colocou novas janelas “sem verbas para isso“. Ao contactarem a Câmara de Santarém para eventual apoio, foram informados de que existia uma verba de 1000€ para ajudar a obras, mas que “não estavam reunidas as condições para levantar esse dinheiro, devido a uma divida de IMI às finanças e tal não era compatível”, desabafou.

A necessidade de obras na Associação Cultural Desportiva e Recreativa Mosteirense são bem visíveis, “é urgente rebocar o edifício no exterior”, que ainda está em tijolo, “ou pelo menos salpicar e posteriormente rebocar e pintar. Assim como as obras necessárias no interior do espaço” afirmou à nossa reportagem António Ferreira.

Dentro do pavilhão é necessário “alterar as casas de banho”, com consequente mudança de sítio, “pavimentar o 2º piso e construir escadas para o mesmo, e recuperar o palco e camarins” assinalou o dirigente associativo, embora já tenha sido construída uma casa de banho para pessoas com necessidades especiais na zona de cafetaria/convívio.

A zona exterior circundante à coletividade e à Capela de Santa Catarina é fulcral para bem acolher que ali se desloca e, nesse sentido, a direção da Associação e a Comissão de Culto da Capela enviaram, em missiva conjunta, assinada por António Ferreira e Nuno Quitério Lopes, um pedido à Câmara Municipal de Santarém, em junho do ano passado, onde solicitaram o alcatroamento do Largo Santa Catarina, lembrando que o mesmo “tem grande interesse para a população de Mosteiros e toda a freguesia, uma vez que serve de parque e passagem de pessoas…”, citamos.

A aparente melhoria da pandemia leva o corpo diretivo da ACDRM a acreditar que, em breve, será possível “ter aos domingos à tarde matinés só para jovens e abertas a todos os visitantes da freguesia e fora dela”. O Presidente da AG da Associação de Mosteiros disse ainda ao Portal de Alcanede que, “estamos abertos todos os dias”, e que algumas pessoas “veem passar um bocadinho da tarde a jogar às cartas, damas, etc.”, momentos que a direção aproveita “para fazer o sorteio de uns cabazes que nos ajudam assim a pagar a luz, água e por aí fora” e que o Portal teve hoje oportunidade de testemunhar.

Atualmente a direção da Associação Cultural Desportiva e Recreativa Mosteirense, recente reconduzida para mais dois anos de trabalho, é composta por:

Assembleia Geral

Presidente – António Ferreira

1º Secretário – Tiago Ferreira

Vogal – Joaquim Formiga

Direção

Presidente – Luísa Martins

Vice-presidente – Noélia Piedade

Tesoureiro – Amândio António

1º Vogal – Teresa Nogueira

2º Vogal – Marina Martins

Conselho Fiscal

Presidente – Alexandre Piedade

1º Secretário – Bruno de Jesus

1º Vogal – Fernando Ferreira

Espaço exterior da ACDRM
Espaço exterior da ACDRM
Palco atual
Vista do palco para a plateia
Nova casa de banho para pessoas com necessidades especiais
Placa colocada à entrada do pavilhão
António Ferreira e Sofia Alves
Um dos cabazes em sorteio

Artigos Relacionados

“Pandemia”: Que 2022 seja o principio do final da farsa! Opinião de Paulo Coelho

Portal Alcanede

Acordo de extremas coloca fim a diferendo entre baldios

Carlos Coelho

Aldeia da Ribeira em festa de 25 a 28 de janeiro de 2013

Paulo Coelho