20 C
Alcanede
Quarta-feira ,24 Abril, 2024
Sociedade

Alcanede, Gançaria, Abrã e Amiais de Baixo mantêm o estatuto de freguesias autónomas

O PSD propôs e viu aprovado na última assembleia municipal de Santarém, o novo mapa das freguesias do concelho. Alcanede, Gançaria, Abrã e Amiais de Baixo vão manter o estatuto de sede de freguesia, sem necessidade de qualquer agregação ou extinção. O mesmo acontece com Abitureiras, Alcanhões, Almoster, Arneiro das Milhariças, Moçarria, Pernes, Póvoa da Isenta e Vale de Santarém.
Apesar da aprovação, o documento foi classificado pela oposição como “uma trapalhada recheada de ilegalidades e de tacticismo político conduzido contra a vontade das populações e sem ouvir a maior parte dos presidentes de junta envolvidos”, refere o jornal O Mirante.

O semanário afirma que, “para se aferir da consistência da proposta do PSD basta dizer que na véspera das eleições o partido pediu para substituir o mapa de união de freguesias já enviado para assembleia municipal, apresentando outro com alterações substanciais”.

A sustentação é feita com base na primeira versão, que defendia a agregação das freguesias citadinas de Santa Iria da Ribeira e de Marvila com o Vale de Santarém e as de São Salvador e de São Nicolau com as de Várzea e Romeira.

Na segunda versão, que foi aprovada com forte contestação, propôs-se a união das freguesias da cidade (Santa Iria da Ribeira, Marvila, São Nicolau e São Salvador). Ficou ainda acertada a união das freguesias de Achete, Azóia de Baixo e Póvoa de Santarém; de Várzea e Romeira; de Tremês e Azóia de Cima; de Casével e Vaqueiros; e de São Vicente do Paul e Vale de Figueira.
 

Artigos Relacionados

Mosteiros celebra Domingo Magro com atividades religiosas e culturais

Portal Alcanede

Família de defunto revoltada em Vale da Trave

Paulo Coelho

S.C.M. Alcanede promove ação de sensibilização para idosos em colaboração com a GNR

Portal Alcanede