17.9 C
Alcanede
Domingo ,19 Maio, 2024
Cultura

Banda de Alcanede com excelente representação em Amarante até dia 19 de Agosto

Oito elementos pertencentes aos quadros da Sociedade Filarmónica Alcanedense (S.F.A), tantos quantos se inscreveram, vão participar a partir desta Quarta-feira e até dia 19 deste mês no IV Estágio de Verão e Curso de Aperfeiçoamento de Sopros e Percussão.

A cidade de Amarante acolhe esta iniciativa da Banda Musical local, que conta com os apoios da Câmara Municipal de Amarante, Centro Paroquial, Casa das Artes e que neste ano 2011 contará com a participação do Maestro espanhol Rafael Agulló Albors.

José Castela é um dos elementos que integra este grupo de Alcanedenses e ao Portal de Alcanede referiu que “é com grande orgulho que verificamos que os oito inscritos, foram todos selecionados”. O músico considera ainda que “isto só demonstra o excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido”. Um trabalho que reforça “a qualidade dos músicos que fazem parte das fileiras da Banda de Alcanede”.

A comitiva da S.F.A é composta por Bruno Simões, Daniel Frazão, Francisco Neto, José Castela, Nelson Inácio, Pedro Frazão, Sérgio Duarte e Tiago Cruz.

O programa a trabalhar é “Uma História de Meninos” que, com obras da autoria de importantes autores da história da música, procura refletir a ideia que “o contacto com os outros e com os docentes enriquece o dom musical que cada criança possui” e defender ainda que “o propósito da música de ensino é para apoiar o processo de educação, a fim de alcançar o desenvolvimento integral do indivíduo”, segundo refere a Banda Musical de Amarante através do seu blog.

Maestro Rafael Agulló Albors

Maestro Rafael Agulló Albors


NOTA: No antigo site do Portal esta página foi lida 396 vezes


Artigos Relacionados

Rancho de Viegas organiza noite de fados para angariação de fundos

Portal Alcanede

“The BellsWood Ensemble” atuam na igreja matriz de Alcanede no dia 10 de abril

Carlos Coelho

Música 100% portuguesa na Gala de Natal da Escola de Danças de Salão de Aldeia da Ribeira

Paulo Coelho